Na tarde desta quinta-feira, policiais da Delegacia de Crianças Adolescentes Vítimas (DCAV) cumpriram o mandado de prisão temporária, expedido pelo Juizado da Violência Doméstica da Comarca de Nova Iguaçu/RJ, contra Marcos Vinicius Bárcia Menezes, de 42 anos. Diligências levadas a efeito pelos agentes da DCAV apontam que a filha de Marcos, atualmente com 16 anos de idade, foi vítima de abusos sexuais perpetrados pelo próprio pai, Marcos Vinícius Bárcia Menezes, desde quando tinha 8 anos de idade, abusos estes que se iniciaram com toques e carícias e que evoluíram para atos de penetração vaginal quando a vítima completou 10 anos, perdurando de 2009 até setembro/2017. Os abusos eram praticados nos imóveis onde a vítima morou com o pai, localizados nos bairros de Austin e Nova Califórnia, ambos no município de Nova Iguaçu/RJ.

Não suportando mais os abusos e as ameaças do pai para que continuasse a manter relações sexuais com ele, pois caso contrário seria morta, a jovem decidiu deixar seu telefone celular ligado e filmou a última investida de Marcos Vinícius, ocorrida no início de setembro/2017, sendo possível observar nos vídeos gravados que ele aparece trajando apenas uma blusa, se masturbando e tentando agarrá-la.

O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) comprovou que a vítima não era mais virgem, tendo ela relatado, com riqueza de detalhes, os abusos sofridos. Estão sendo finalizadas diligências que permitirão a conclusão do Inquérito Policial com êxito.

Fonte: Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro