Festival do Café chega a sétima edição prometendo novidades

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O maior festival de cafés especiais do Rio de Janeiro está de volta a Serra. Durante os dias 7 e 8 de setembro será realizada a sétima edição do Festival do Café em Petrópolis. Desta vez, o evento acontece no Palácio Rio Negro na Avenida Koeller, localizada bem no Centro Histórico da cidade, prometendo reunir produtores e amantes da bebida que é admirada em todo o mundo. 
Ao longo da programação, quem passar pelo local vai poder degustar variados sabores, aromas e tipos de café.

A opção que faz parte da rotina diária de muitos brasileiros, ganhou o coração dos idealizadores do festival, que nasceu de forma despretensiosa, durante a busca de um direcionamento empresarial. 
“Eu e minha esposa estávamos buscando uma forma de complementar a renda da nossa família. Foi quando pensamos em investir numa franquia e pra isso procuramos um mentor. Foi ai que encontramos o nosso sócio e quando começamos a conversar pra direcionar as coisas, vimos que todos os três eram apaixonados por café e porque não reunir isso a outras paixões como a literatura, a música, a gastronomia e as pessoas? Foi assim que surgiu a vontade de trazer isso pra tantos apaixonados pelo café, assim como nós”, diz o idealizador Luiz Villela. 

E neste mundo de coffee makers (produtores de café) e coffee lovers, surgiu a primeira edição do evento, realizada no Parque das Ruínas na capital. “A primeira edição fez com que tudo se consolidasse. Logo de cara ganhamos o título de maior festival do gênero no Rio e percebemos ali, que dava pra continuar o nosso sonho. Temos um amor muito grande pela cultura do café e enxergamos nele, uma relação com grande parte dos brasileiros. Todo mundo tem uma memória que se conecta ao café, principalmente quando o assunto é a casa da mãe ou da avó”, conta Carla Borges Marçal, uma das desenvolvedoras do Festival.

A programação vai contemplar workshops, oficinas e palestras sobre a arte dos cafés. Ao longo do evento, será possível encontrar também, produtos que harmonizam com a bebida ou que foram desenvolvidos tendo o café como base. A expectativa é que o evento supere o público que já foi alcançado, ao longo das edições anteriores. “É um evento pra família, trazendo toda essa bagagem da cultura do café, além de opções para que as pessoas o apreciem ainda mais. Estamos preparando destaques que vão encantar a todos que passarem pelo evento, ao longo dos dois dias”, adiantou o  sócio do festival, Leonardo Lanzetta.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.