Novembro será um mês especial para o segmento de teatro em Petrópolis: será aberto no dia 8 e vai até 11 o festival Scena Serra. Com o objetivo de valorizar e promover um intercâmbio entre os profissionais, além de fomentar a cultura na cidade, o evento terá espetáculos adultos e infantis, performances teatrais, palestra e oficina, que acontecem no Centro de Cultura Raul de Leoni e no Theatro D. Pedro.

O Scena Serrana, que resgata uma tradição da década de 1980, é realizado pelo Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), em conjunto com o segmento de teatro de Petrópolis, que elegeu uma comissão organizadora para definir a programação de 2018. A maioria das atrações é gratuita, incluindo a oficina “O ator em movimento”, com Luiz da Rocha.

“A cultura é uma das vocações de Petrópolis. E um dos nossos objetivos no governo é fomentar cada vez mais as ações voltadas para o setor. Temos certeza de que o resgate desse festival será um sucesso”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

Na programação estão espetáculos como “Mundo Cão”, da Cia Onírica; “Crepúsculo da Humanidade”, de Jorge West; “Mesma Reza”, do Coletivo Foco do Teatro, “Vidas Severinas”, da Cia Sekreta de teatro, entre outros.

“Esse evento é importante para unir, fortalecer e mostrar que Petrópolis tem ótimas companhias e atores que trabalham dentro e fora da cidade”, destaca a atriz Tatiana Mesquita, que faz parte da comissão, ao lado de Elisabeth Silveira, Pedro Fernandes, Márcia Ganen e Simone Gonçalves.

Para o diretor-presidente do IMCE, Leonardo Randolfo, o Scena Serrana é uma forma, também, de valorizar os profissionais de teatro na cidade. “Temos procurado promover ações em diversos segmentos do nosso município com o objetivo de valorizar cada artista. Já fizemos isso com a música, por exemplo, com os festivais de corais e bandas marciais, e agora chegou a vez do teatro”, explica.

Durante a programação do evento, apesar da cobrança de ingressos em algumas atrações, elas terão preços populares: R$ 20 (Inteira) R$ 10 (meia). Moradores de Petrópolis que levarem comprovante de residência também pagam meia.