Festival de Filmes sobre Esporte leva maratona cinematográfica para São Paulo

Após a sua edição inaugural durante os Jogos Rio 2016, o CINEESPORTE – Festival de Filmes de Esporte – chega pela primeira vez a São Paulo e apresenta-se como uma importante plataforma de exibição da cinematografia mundial de filmes esportivos. A seleção de filmes expressa as principais abordagens, tendências e narrativas da produção mundial do cinema esportivo. Ao todo, 13 modalidades esportivas serão abordadas em toda a programação. O evento premiará o melhor filme de cada uma das suas duas mostras competitivas (de curta-metragem e de longa/média-metragem) exclusivamente através do voto popular.

O festival renova a parceria estratégica com a FICTS – Federation Internationale Cinema Television Sportifs, tradicional federação italiana sediada em Milão, que reúne os 16 mais prestigiosos festivais de cinema esportivo do mundo, sendo o CINEESPORTE um dos eventos integrantes deste seleto circuito internacional.

O CINEESPORTE em São Paulo será realizado entre os dias 7 a 11 de novembro, com entrada franca em todas as sessões. Confira a programação:

Sunakali (dir. Bhojraj Bhat, Nepal)

07/11, quinta-feira, às 20h – Sessão Especial de Abertura | Caixa Belas Artes | Entrada Gratuita
O CINEESPORTE em São Paulo, terá na sessão especial de abertura “MONSTROS DO RINGUE“, Direção de Marc Dourin. Premiado como o melhor documentário brasileiro pelo público da Mostra Internacional de Cinema de SP, o filme retrata a história do telecatch no Brasil e personagens do passado de glória da luta livre.

A programação da abertura apresenta também a première paulista da animação curta-metragem francesa “LUTADOR“, Direção de Sara Bacro, um olhar divertido sobre dois senhores de idade avançada que transformam uma ida ao mercado num verdadeiro ringue.

11/11, sábado, às 20h – Sessão Especial de Encerramento e Premiação | Caixa Belas Artes | Entrada Gratuita
O programa da sessão de encerramento e premiação do CINEESPORTE em São Paulo, apresenta o impactante “ESPÍRITO EM MOVIMENTO“, Direção de Sofia Geweiler. O documentário russo acompanha a jornada de oito atletas na disputa por uma vaga nas Paralimpíadas de Inverno de Sochi. Dentre eles, o snowboarder brasileiro, André Cintra. E tem no currículo importantes premiações internacionais.

Completando a programação será exibido o surpreendente curta-metragem alemão “PARTIDA INTERNACIONAL“, Direção de Nadine e Sven Schrader, um mergulho profundo na memória de um torcedor da Seleção da Alemanha de futebol.

Blackbull-de costa a costa (dir. Gabriel Rodrigues, Brasil)

Mostras Competitivas
O festival premiará o melhor filme de cada uma das suas duas mostras competitivas (de curta-metragem e de longa/média-metragem) exclusivamente através do voto popular.

Mostra competitiva de longa/média-metragem SP: Na mostra competitiva de longas e médias-metragens da edição paulista, o Brasil está presente com a première nos cinemas de “MENINAS DE OURO“, Direção de Pedro Jorge, que traça a trajetória da seleção feminina de handebol, do título panamericano de Winnipeg 1999 ao título mundial em Belgrado 2013.

Outra produção brasileira, é “BLACKBULL-DE COSTA A COSTA”, de Gabriel Rodrigues, que conta a aventura do brasileiro Claudio Clarindo ao cruzar os Estados Unidos em bicicleta, atravessando quase 5.000 km em 12 dias. Clarindo, o maior nome das ultradistâncias do Brasil, morreu ao ser atingido por um carro durante um treino na rodovia Rio-Santos.

No campo internacional, está o espanhol “GIGANTES DESCALÇOS”, de Álvaro Priante e Iván Roiz, premiado no Miradas Doc e Barcelona Sport Film Festival (Melhor Filme), destacando a luta e esperança de jovens do povo indígena triqui superando a dureza da montanha e os limites físicos, através da prática do basquete.

O representante do Nepal é “SUNAKALI”, de Bhojraj Bhat. Detentor de mais de dez premiações mundiais, o filme relata a saga da equipe de futebol feminino de Mugu e sua jornada no campeonato nacional.

Da França, “GAVIÕES DA FLORESTA”, de Alexandre Bouchet, revela a incrível história do Gavião Kyikatêjê F.C., os Gaviões da Floresta, o primeiro time profissional indígena existente no mundo, que participou do campeonato paraense de futebol.

Todos os filmes selecionados – Mostra competitiva de longa/média-metragem
1) Blackbull-de costa a costa (dir. Gabriel Rodrigues, Brasil)
2) Gaviões da floresta (dir. Alexandre Bouchet, França)
3) Gigantes descalços (dir. Álvaro Priante, Iván Roiz, Espanha)
4) Meninas de ouro (dir. Pedro Jorge, Brasil)
5) Sunakali (dir. Bhojraj Bhat, Nepal)

Mostra competitiva de curta-metragem SP: A mostra competitiva de curtas-metragens na edição paulista, apresenta seis filmes brasileiros. Dois deles estão inseridos no universo indígena. “JOGOS INDÍGENAS”, Direção de Thiago Frade e Alexandre Magno, vencedor do prêmio de melhor documentário no Los Angeles Movie Awards, registra a riqueza dos Jogos dos Povos Indígenas e toda a sua diversidade utilizando uma linguagem sensorial para contar uma história de celebração e beleza, num mergulho cultural e antropológico. “ZAHY”, do Diretor Felipe Bragança, tem como protagonista Zahy Guajajara, uma das líderes de uma aldeia situada ao lado do Maracanã, no antigo Museu do Índio, espaço de resistência dos povos indígenas.

Já a produção “EU ME MOVO“, Direção de Maurício Guimarães, Luciano Zuffo, Gian Carlo Bellotti, venceu o Festival de Nova York – Gold Medal, 2017, e conta histórias e rotinas de atletas de uma das equipes mais vencedoras do esporte: a seleção brasileira paraolímpica.

Os três outros filmes brasileiros que compõem a competição de curtas-metragens do CINEESPORTE em São Paulo são: “MENINAS”, Direção de Carla Gallo, “PÁTRIA”, de Fabio Meira e “PROCURA-SE IRENICE”, Direção de Marco Escrivão, Thiago B. Mendonça.

Dentre os cinco curtas internacionais, foram selecionadas produções da Itália, Estados Unidos, Irã e uma co-produção Japão/Espanha. Destaque para o consagrado italiano “CINECITTÀ SOBRE RODAS”, de Inti Carboni, que registra uma jornada de skate pelos tradicionais estúdios da Cinecittà, em Roma.

Completam a competitiva de curtas: “DOIS PÉS ESQUERDOS“ (Dir. Isabella Salvetti, Itália), “TRANSFORMAÇÃO“ (Dir. Mehdi Alibeygi, Irã), “O MENINO QUE APRENDEU A VOAR“ (Dir. Limbert Fabian, Jake Wyatt, USA) e “MITAKA SUMÔ SCHOOL“ (Dir. Ruben Ventura, Japão/Espanha).

Todos os filmes selecionados – Mostra competitiva de curta-metragem
1) Cinecittà sobre rodas (dir. Inti Carboni, Itália)
2) Dois pés esquerdos (dir. Isabella Salvetti, Itália)
3) Eu me movo (dir. Maurício Guimarães, Luciano Zuffo, Gian Carlo Bellotti, Brasil)
4) Jogos indígenas (dir. Thiago Frade, Alexandre Magno, Brasil)
5) Meninas (dir. Carla Gallo, Brasil)
6) Mitaka sumô school (dir. Ruben Ventura, Japão/Espanha)
7) O menino que aprendeu a voar (dir. Limbert Fabian, Jake Wyatt, USA)
8) Pátria (dir. Fabio Meira, Brasil)
9) Procura-se Irenice (dir. Marco Escrivão, Thiago B. Mendonça, Brasil)
10) Transformação (dir. Mehdi Alibeygi, Irã)
11) Zahy (dir. Felipe Bragança, Brasil)

O CINEESPORTE São Paulo acontece entre os dias 07/11 e 11/11 na Caixa Belas Artes que fica na Rua da Consolação, 2.423, na Consolação, Sâo Paulo, SP.
Sessões às 19h e às 20h30. Sessões de Abertura e Encerramento às 20h.

 

Fonte: CineEsporte | Fotos: Divulgação

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também

Leave a Comment