Fernando Gabeira grava documentário sobre aves migratórias em Cabo Frio Flamingo Chileno deu as boas vindas ao jornalista e equipe da Globonews

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O jornalista, escritor e documentarista Fernando Gabeira, está em Cabo Frio para produzir um documentário sobre as aves migratórias que procuram áreas da Laguna de Araruama e da Boca da Barra para descansar, se alimentar e até nidificar, durante a viagem do hemisfério Norte ao extremo Sul do planeta. O programa vai ar na Globonews.

Acompanhado por uma equipe da Coordenadoria do Meio Ambiente, comandada pelo próprio coordenador, Eduardo Pimenta, e pelo ambientalista Antonio Angelo, precursores da atividade de “birdwatching” – observação de pássaros, em tradução livre –, Gabeira arriscou uma primeira investida no local aonde foram avistados os raros Flamingos Chilenos.  

A recepção ficou à cargo dos “Pernilongos-de-Costas-Brancas” ou “Maçaricos”, aves de pernas longas e bico longo, que vêm em bandos desde as costas da Califórnia e do Golfo do México e escolhem Cabo Frio como parada de descanso e alimentação. Ao serem surpreendidos na Laguna de Araruama pela equipe de observadores, as aves proporcionaram imagens perfeitas e revoadas acrobáticas.

Mas, o objetivo da expedição era mais audacioso, e com ajuda dos salineiros, chegou a informação da presença dos Flamingos Chilenos em uma localidade próxima. Foram quase 30 minutos de caminhada sob o sol escaldante – sensação térmica de 41 graus no horário, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) – para, enfim, avistar a família de Flamingos, com suas inconfundíveis plumagens que vão do vermelho intenso ao salmão suave.

A primeira aproximação não foi fácil. Ariscos, os Flamingos logo mudaram de local.  Mas, os birdwatchers não descansam fácil, e uma caminhada dentro das salinas e pelos estreitos canais conseguiu fazer um “cerco fotográfico” às aves, que permitiu imagens e tomadas necessárias para a composição do documentário.

Ao fim da expedição, Fernando Gabeira, satisfeito com as imagens que conseguiu, foi gentil. “Vamos deixar que eles descansem, agora, como nós também precisamos fazer”, afirmou.

Segundo o coordenador de Meio Ambiente da Secretaria de Desenvolvimento da Cidade, Eduardo Pimenta, Cabo Frio passou a ser quase que uma parada obrigatória, e a presença dos Flamingos Chilenos já era esperada. “Nós já tínhamos informações da presença dessa espécie. São os mesmos três que estiveram aqui no ano passado. Macho, fêmea e filhote. Com certeza o casal escolheu este local pela fartura de alimentos e pelo sossego”, enfatizou.

Fernando Gabeira continua em Cabo Frio até o fim de semana para colher imagens de outras espécies de pássaros e alguns depoimentos.

Fonte: Prefeitura de Cabo Frio

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.