Foto: Divulgação

Faperj está com inscrição aberta para o edital ‘Doutor Empreendedor’

Serão apoiados até 50 projetos com recursos da ordem de R$ 9 milhões.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) está com inscrições abertas, até o próximo dia 21, para o edital “Doutor Empreendedor: Transformando Conhecimento em Inovação – 2021”.

O objetivo deste edital é fomentar a criação de empresas baseadas em conhecimento científico e/ou tecnológico por doutores residentes no Estado do Rio de Janeiro. O edital busca contribuir para a interação universidade-empresa e aproximar os doutores empreendedores com os mecanismos de geração de empreendimentos inovadores sediados no estado. Serão apoiados até 50 projetos com recursos da ordem de R$ 9 milhões.


Cada proponente contemplado terá direito a uma bolsa de Doutor Empreendedor e uma bolsa de Iniciação Tecnológica por até 24 meses, além de um auxílio financeiro de até R$ 50 mil, pago em parcela única para custear as despesas iniciais relativas ao desenvolvimento do projeto.


São elegíveis pesquisadores que possuam grau de doutor em programas de pós-graduação stricto sensu reconhecido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) ou doutorandos que já estejam qualificados e com defesa prevista para data anterior à entrega de documentos exigidos após a aprovação final indicada no cronograma do edital.

Além da comprovação do grau de doutor e do projeto para a criação da empresa, os proponentes terão que enviar um vídeo de até quatro minutos detalhando a proposta, bem como uma carta de intenção para o ingresso em um mecanismo de geração de empreendimentos ou em uma empresa – ambos necessariamente localizados no Estado do Rio de Janeiro –, que irão contribuir para o desenvolvimento do projeto.


Após a pré-qualificação na etapa de conformidade, o mérito dos projetos será avaliado em duas etapas, incluindo uma triagem feita por um comitê interno e, posteriormente, uma banca de avaliação, composta por membros internos e externos, que selecionará as propostas aprovadas.


A expectativa da Diretoria de Tecnologia da Faperj é aumentar a taxa de inovação do Estado, a diversificação da economia regional e a criação de bens e serviços inovadores capazes de atender às demandas da sociedade, diminuir o impacto socioambiental e até mesmo prover soluções para os obstáculos trazidos pela pandemia.


Para o diretor de Tecnologia da Faperj, Maurício Guedes, se existe algo a ser celebrado nesta pandemia é a conquista da ciência, desenvolvendo vacinas contra a Covid-19 em menos de um ano.

– Isto só foi possível pela interação de pesquisadores de empresas e de universidades, com capacidade empreendedora e apoio governamental – disse.


Na primeira edição do edital, Mariá Moraes Amorim da Hora (foto) foi uma das contempladas. Seu projeto é para fenotipagem de sementes por meio de imagens digitais e inteligência artificial (IA) e redes neurais artificiais. Doutora em Produção Vegetal pela Universidade Estadual do Norte Fluminense, Mariá está montando uma empresa apta para oferecer serviços na área de sementes com alto desempenho. Para ela, a oportunidade de transformar todo conhecimento adquirido durante a formação em instituições públicas em benefícios para a sociedade foi muito gratificante.

 
– Não foi fácil conseguir a aprovação, é preciso muita dedicação para transformar o científico em negócio, mas é muito possível. O Programa Doutor Empreendedor é uma iniciativa muito importante para o Rio de Janeiro, que conta com algumas das melhores universidades do Brasil. Para quem tem a oportunidade de ser aprovado, como eu fui, significa poder contar com total apoio para transformar sua pesquisa em um negócio – disse ela.

Fonte: Governo do Estado

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.