Famoso ator Alec Baldwin mata cinegrafista e fere diretor acidentalmente com arma cenográfica

A polícia norte-americana investiga o ocorrido como um acidente.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Na noite de quinta-feira (21), o ator Alec Baldwin, de 63 anos, disparou uma arma cenográfica durante as gravações do filme “Rust”, no Novo México (EUA), no exato momento em que fazia a gravação de uma cena. A polícia norte-americana investiga o ocorrido como um acidente, que resultou na morte da cinegrafista Halyna Hutchins, além de ferir o diretor da produção Joel Souza.

Halyna, de 42 anos, foi alvejada na região do abdômen, e posteriormente transportada de helicóptero para o Hospital da Universidade do Novo México, no bairro de Albuquerque, onde resistiu por alguns momentos antes de vir a óbito. Já Joel Souza, que tem 48 anos, foi encaminhado, por uma ambulância, para o Centro Médico Regional Christus St. Vincent, em Santa Fé, onde recebeu tratamento de emergência para os ferimentos, de acordo com o Xerife que atua no condado.

Segundo um comunicado oficial divulgado pela polícia, Halyna e Joel “foram baleados quando uma arma de fogo foi disparada por Alec Baldwin, 68 anos, produtor e ator”. Após a chegada dos agentes no Bonanza Creek Ranch, locação cinematográfica famosa ao sul de Santa Fé, o ator foi interrogado por investigadores e estava “desesperadamente chorando”. Ele foi liberado logo em seguida.

O gabinete ainda informou que ninguém foi preso no incidente, e nenhuma acusação foi apresentada. Os detetives entrevistaram testemunhas, e o caso segue sob uma investigação “aberta e ativa”, conforme foi declarado pelos agentes. Apesar de no momento toda a situação ser tratada como um acidente, mais provas, como conversas com testemunhas por exemplo, vão ser coletadas para análise.

Com toda esta tragédia, os representantes do renomado ator, não responderam para a imprensa após serem solicitados. Já John Lindley, presidente da International Cinematographers Guild, declarou que: ““Recebemos a notícia devastadora esta noite, que um de nossos membros, Halyna Hutchins, a diretora de fotografia de uma produção chamada ‘Rust’ no Novo México, morreu em decorrência de ferimentos sofridos no set”.

“Os detalhes não estão claros no momento, mas estamos trabalhando para aprender mais e apoiamos uma investigação completa sobre este trágico evento. Esta é uma perda terrível, e lamentamos o falecimento de um membro da família de nossa comunidade”, completou.

A atriz Frances Fisher, uma das estrelas do filme, informou por meio do Twitter, ainda na noite de quinta-feira (21), que Joel Souza havia dito a ela que “já estava fora do hospital”.

Um comunicado oficial também foi divulgado pela Rust Movie Productions LLC, instituição que está por trás da produção do filme. “Todo o elenco e equipe foram absolutamente devastados pela tragédia de hoje, e enviamos nossas mais profundas condolências à família e entes queridos de Halyna”, disse a empresa.

“Paramos a produção do filme por um período indeterminado e estamos cooperando totalmente com a investigação do Departamento de Polícia de Santa Fé. Estaremos fornecendo serviços de aconselhamento a todos os ligados ao filme enquanto trabalhamos para processar este terrível evento”, conluíram.

Tiro Acidental

De acordo com a polícia, o gabinete do condado recebeu uma ligação relatando o incidente às 13h50 (horário local). “Temos uma pessoa que foi baleada acidentalmente”, dizia a voz de alguém na ligação, conforme divulgado pela revista “Variety”.

A produtora de ‘Rust’, então, emitiu comunicado inicial momentos depois, dizendo que “um acidente no set de ‘Rust’, no Novo México, envolvendo uma falha de ignição da arma cenográfica, levou ao disparo”.

Apesar disto, a polícia logo rebateu a informação indicou que “era muito cedo” para dizer que tipo de situação estava envolvida. Por mais que investigue atualmente o caso como acidente, em nenhum momento o departamento usou a palavra exata ao público e à imprensa, deixando tal determinação para os investigadores. “O escritório do xerife está se referindo a este incidente como uma investigação de tiroteio”, disse o porta-voz da polícia, Juan Rios. “Esse detalhe será tratado pelos detetives enquanto trabalham no caso”. Por ora, a única informação confirmada sobre o ocorrido é que o tiroteio ocorreu “durante a filmagem de uma cena”, informou.

“De acordo com os investigadores, parece que a cena que estava sendo filmada [com Alec Baldwin] envolveu o uso de uma arma de fogo durante o disparo”, apontou o escritório. “Os detetives estão investigando como e que tipo de projétil foi disparado”, completou.

Foto: Ilustrativa

Sobre Alec Baldwin

Alexander Rae Baldwin III é um ator, escritor, produtor, comediante e ativista político americano. Um membro da Família Baldwin, ele é o mais velho dos quatro irmãos Baldwin, todos atores. Na produção, Baldwin é coprodutor e interpreta o infame fora-da-lei Rust, cujo neto de 13 anos (Noon) é condenado por um assassinato acidental. Já Ackles interpreta um Marechal responsável pelo caso fictício, enquanto Fimmel atua como um caçador de recompensas que está atrás da dupla avô e neto que, no decorrer do filme, criam um vínculo inesperado enquanto fogem.

No mês de maio do ano de 2020, foi anunciado que Alec Baldwin iria estrelar e produzir o longa. O filme começou a ser gravado em outubro de 2021, logo após Travis Fimmel, Brady Noon, Frances Fisher e Jensen Ackles confirmarem os nomes no elenco. A previsão de lançamento, segundo informações, estava para o fim de 2022.

Foto: Divulgação/National Geographic

Comparativo com Brandon Lee

O caso que ocorreu nas gravações do filme “Rust”, não foi o primeiro que teve uma vítima fatal. Nas Redes Sociais, fãs relembraram o falecimento de Brandon Lee, filho da lenda Bruce Lee, em 31 de março de 1993, quando filmava cenas do longa ‘O Corvo’, o ator de 28 anos, morreu após ser atingido fatalmente.

A arma foi disparada pelo também ator Michael Masse, que deveria dar um tiro de festim no peito do personagem, o disparo foi fatal. O acidente abalou Masse ao ponto de ele fazer uma pausa na carreira durante um ano. E, para finalizar o longa, foi usado um dublê e também efeitos especiais de substituição facial usando o rosto de Lee.

A cena com a filmagem do incidente fatal foi utilizada nas investigações como prova, e depois foi destruído por meio de decisão judicial.

Brandon Lee, filho de Bruce Lee, também foi morto por tiro acidental em filmagens. Imagem: Buena Vista Pictures/Divulgação
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.