Exposição XIX XX XXI à mostra na Casa de Petrópolis vai ganhar tour virtual e revista eletrônica

Marcada para terminar no próximo dia 30, mostra já recebeu mais de 4.500 visitantes.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Termina no próximo domingo (30) o prazo para visitação à Exposição XIX XX XXI, na Casa de Petrópolis Instituto de Cultura. A mostra que já levou mais de 4,5 mil pessoas ao espaço está prestes a ser expandida e suas obras poderão ser conferidas por ainda mais pessoas com o tour virtual e a revista eletrônica que será disponibilizada, em breve, junto com o novo site da Casa. 

Financiada pela Lei Aldir Blanc, por meio do Governo Federal, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, o objetivo é democratizar o acesso à arte de 19 grandes artistas conhecidos internacionalmente. Além disso, uma revista está sendo preparada e vai contar com informações sobre a casa, sua história, as exposições e até a possibilidade de adquirir ingressos.

“A Exposição XXI XX XXI é o resultado de dois projetos contemplados pela Lei Aldir Blanc: o primeiro da SECEC – que patrocinou a exposição; e o segundo intitulado ‘A Casa é Sua’ que, por meio do Fundo Municipal de Cultura, garante a disponibilização virtual de toda a programação registrada na Casa”, explica a coordenadora executiva dos projetos, Lilia Monteiro.

A mostra é composta majoritariamente pelo acervo do reconhecido artista, Luiz Aquila. São telas, fotografias, desenhos e esculturas que contam um pouco da história da arte moderna brasileira numa ponte entre o passado e o futuro, remetendo ao nome da exposição, XIX XX XXI. 

“É uma viagem entre os séculos”, resume Aquila. Nomes como Burle Marx, Beatriz Milhazes, Djanira, Claudio Kuperman, Julia Miranda, Daniel Senise, Lauro Cavalcanti, Jeannette Priolli, Adriano Mangiavacchi, John Nicholson, Alcides da Rocha Miranda, Ana Rondon, Bel Figueira de Mello, Babinski, Maravalhas, Athos Bulcão, Marcelo Lago, Antonia Dias Leite e o próprio Aquilo, têm suas obras expostas ao público.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.