Marcello Casal / Agencia Brasil

Expectativa de inflação no ano sobe para 5,5%

Em março, 10,3% dos consumidores projetaram valores abaixo da meta de inflação para 2021 (3,75%), 4,9 pontos percentuais abaixo do mês anterior.

A expectativa de inflação dos consumidores brasileiros para os 12 meses seguintes subiu 0,2 ponto percentual, para 5,5% em março, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV), responsável pelo levantamento. Trata-se do maior valor desde novembro de 2018 diante de sete períodos consecutivos de alta. Em relação ao mesmo mês do ano anterior, a mediana subiu 0,7 ponto.

Em março, 10,3% dos consumidores projetaram valores abaixo da meta de inflação para 2021 (3,75%), 4,9 pontos percentuais abaixo do mês anterior. Por outro lado, a proporção de consumidores projetando acima do limite superior da meta de inflação para 2021 (5,25%) foi elevada em 6,7 pontos percentuais (p.p.), de 37,1% para 43,8%. https://orama.valorinveste.globo.com/passo-00-miniform?iframe=sim

A alta da expectativa mediana para a inflação nos próximos 12 meses foi influenciada por um aumento das expectativas dos consumidores nas duas primeiras faixas de renda: para os consumidores com renda familiar mensal até R$ 2,1 mil a expectativa de inflação registrou aumento de 0,2 ponto, para 6,3%; para aqueles com renda entre R$ 2.100,01 e R$ 4.800,00 a expectativa indica inflação de 5,7%, representando um aumento de 0,4 ponto com respeito ao mês anterior. Considerando as duas faixas de renda mais elevadas, nota-se manutenção da expectativa relatada no em fevereiro.

A expectativa para a inflação nos próximos 12 meses faz parte da Sondagem do Consumidor da FGV, realizada mensalmente com mais de 2.100 entrevistados em sete capitais do país (Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Brasília e Recife), em geral, nas três primeiras semanas de cada mês. Aproximadamente 1.600 entrevistados respondem a respeito da expectativa para os preços todos os meses, segundo a instituição.

Fonte: Portal Valor Investe, Rede Globo.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também