Estado vai administrar unidade do Restaurante do Povo em Petrópolis

A assinatura entre as partes ocorreu na Prefeitura de Petrópolis. Sob a gestão estadual, o restaurante deve ser reformado e ter sua capacidade ampliada.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, e a Prefeitura de Petrópolis formalizaram, nesta quinta-feira (13/01), a assinatura do termo de estadualização do Restaurante do Povo da cidade. A previsão é que o equipamento passe para a operação do Estado em março.

– Seguimos no enfrentamento da fome em nosso estado, uma das faces tristes desta pandemia da Covid-19. Ações como essa vão ajudar a parcela da população que mais precisa de atenção: os vulneráveis. Dentro do PactoRJ, um dos nosso pilares é devolver a dignidade social à população fluminense – afirmou o governador Cláudio Castro.

A assinatura entre as partes ocorreu na Prefeitura de Petrópolis. Sob a gestão estadual, o restaurante deve ser reformado e ter sua capacidade ampliada.

– Vivemos um novo tempo sob a gestão do governador Cláudio Castro; um tempo em que o governo estadual trabalha em parceria com as prefeituras do nosso estado, ouvindo e ajudando nas demandas das nossas cidades – disse o secretário de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Matheus Quintal, que completou:

– A estadualização desse equipamento vai aliviar os cofres da prefeitura e permitir atender a mais pessoas com alimentação de qualidade e a preços populares – disse Quintal.

O compromisso de estadualizar a operação do restaurante foi assumido pelo governador Cláudio Castro em novembro do ano passado.

Expansão

O projeto Restaurantes do Povo prevê o funcionamento de unidades em 17 municípios do estado. Juntos, os equipamentos vão servir 64 mil refeições diariamente.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.