Philippe Lima

Estado ganhará mais um heliponto do Corpo de Bombeiros Base será construída no município de Miguel Pereira

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O Rio de Janeiro ganhará, até o fim deste ano, mais um heliponto do Corpo de Bombeiros. A nova base será construída na cidade de Miguel Pereira e é fruto de uma parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura do município do Centro Sul Fluminense. Nesta quinta-feira (05/03), o governador Wilson Witzel assinou o ofício que autoriza o início da construção do espaço, que será construído com recursos da prefeitura.

– Em nosso governo, temos um planejamento que estabelece uma expansão das bases do Corpo de Bombeiros para o interior do estado. O objetivo é que todo o território fluminense esteja coberto com estas bases de atendimento para que, em menos de 30 minutos, uma aeronave possa chegar naquele ponto. Miguel Pereira se credenciou a receber este heliponto por ser um polo turístico, com diversos atrativos – afirmou o governador.

Atualmente, a capital conta com duas bases fixas para as aeronaves e as outras quatro ficam no interior fluminense – nas cidades de Arraial do Cabo, Paraty, Campos dos Goytacazes e Nova Friburgo. A base de Miguel Pereira vai atender às regiões do Sul e Centro Sul do estado, totalizando 22 municípios. Em janeiro deste ano, a corporação fluminense adquiriu mais um helicóptero. Ao todo, o estado possui seis aeronaves que, só no ano passado, atuaram em, aproximadamente, 800 operações.

– Nosso objetivo é, a cada ano, adquirir um helicóptero, de forma que, ao fim desta gestão, tenhamos dez aeronaves no Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro. Planejamos que cinco delas fiquem na capital e, as demais, uma em cada região fluminense. Isso representa a ampliação da cobertura de atendimento, além da diminuição do tempo-resposta em casos de necessidade de emprego do recurso. Teremos um helicóptero a 30 minutos de qualquer ponto para atender a população, combater incêndios em vegetação, socorrer acidentes nas estradas e/ou praias, transportar e captar órgãos para transplante, bem como os transportes inter-hospitalares de pacientes graves – explicou o secretário de Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Roberto Robadey.

 

Miguel Pereira: complexo de saúde em construção

Também através de uma parceria com a administração estadual, dois polos –  de turismo e de saúde – estão sendo construídos em Miguel Pereira. A Secretaria de Estado de Saúde, por meio de convênios com o município, já repassou cerca de R$ 41 milhões para o complexo de saúde, que terá, além do heliponto do Corpo de Bombeiros, um hospital, uma unidade de pronto atendimento (UPA), um centro odontológico e um centro de reabilitação.

– Já vamos iniciar as obras do hangar e queremos inaugurá-lo até o fim deste ano. No mesmo terreno, teremos um hospital, com cerca de nove mil metros quadrados, um dos mais modernos do estado. Todo o recurso do Governo do Estado está sendo destinado para melhorar o atendimento de saúde à população de Miguel Pereira e Paty do Alferes. Nossa estimativa é beneficiar, aproximadamente, 20 mil pessoas por mês – detalhou o prefeito de Miguel Pereira, André Português.

Crédito da foto: Philippe Lima

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.