Palácio Guanabara, Sede do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Estado do Rio tem menor número de roubos de rua dos últimos 5 anos

Com mais de oito mil policiais extras nas ruas, roubos caíram no comparativo com o mesmo período de 2021
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Um levantamento feito pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) apontou que os roubos de rua, que englobam roubo a transeunte, de aparelho celular e em coletivo, caíram cerca de 25% em todo o estado do Rio no Carnaval de 2022 em comparação com o mesmo período de 2021. É importante ressaltar que no ano passado, devido às restrições do isolamento social, não estavam permitidas festas privadas e nem blocos de rua. Porém, com o avanço da vacinação no estado, festas particulares aconteceram normalmente, com isso, tivemos uma maior movimentação de pessoas nas ruas durante o feriado.

O estudo do ISP analisou os registros feitos nas delegacias do estado no período entre a sexta-feira de Carnaval e a quarta-feira de cinzas, totalizando um intervalo de tempo de seis dias. Em comparação aos últimos cinco feriados de Carnaval, os dados de roubos de rua, carga e veículo e letalidade violenta apresentaram em 2022 os menores números.

Foi verificado um declínio de 41,7% nos roubos de carga, 10,4% nos roubos de veículos e 5% nos índices de letalidade violenta, que soma homicídio doloso, lesão corporal seguida de morte, roubo seguido de morte e morte por intervenção de agente do estado, quando comparado com o mesmo período de feriado de 2021. Vale salientar que os dados são parciais e podem sofrer alterações.

– Esse levantamento é muito importante para entendermos como serão os próximos eventos no estado. Ainda estamos num momento delicado mas voltando à normalidade depois de uma pandemia, graças ao avanço da vacinação no estado. A análise é essencial para o trabalho de inteligência realizado pelas polícias civil e militar, e, quando temos redução nos crimes, mesmo quando comparamos com um ano em que não tivemos festas no carnaval, podemos dizer que é resultado de um trabalho realizado com sucesso – disse a diretora-presidente do ISP, Marcela Ortiz.

Planejamento especial mobilizou mais de oito mil PMs extras

Marcado pela falta de desfiles de escolas de samba e de blocos, mas com uma maior movimentação de pessoas em eventos fechados, o Carnaval contou com um planejamento especial de segurança da Secretaria de Estado de Polícia Militar. Cerca de 8.700 agentes a mais foram mobilizados para reforçar o patrulhamento para o feriado prolongado de 2022. O efetivo extra de 21% superior ao empregado no ano passado, teve como foco as movimentações de áreas turísticas, rodovias, eventos esportivos e de lazer.

O planejamento especial foi uma ampliação expressiva da Operação Verão, que, a cada fim de semana, reforça o policiamento na orla da capital e das cidades litorâneas do interior, como também em rodovias e corredores estruturais da região metropolitana.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.