Estácio promove encontro com a Monja Coen

Um encontro para lá de especial irá acontecer neste final de ano, com a programação realizada por meio do Laboratório de Tanatologia e o Núcleo de Apoio à Afetados em Situações Extremas do Cariri (NASE).

Voltado para o público em geral, no dia 22 de dezembro, às 19h, acontecerá live com a Monja Coen Roshi, com o tema “Ano Novo: Perdas, lutos, reconciliação com a vida”. O evento será transmitido através do Instagram da Unidade da Estácio em Juazeiro do Norte: @labtanatologiafmj.  

Monja Coen Roshi é missionária oficial da tradição Soto Shu do Zen Budismo e primaz fundadora da Comunidade Zen Budista Zendo Brasil. Foi ordenada monja em 1983 e viveu 12 anos no Japão antes de retornar ao Brasil em 1995. Em 2001 fundou a Comunidade Zen Budista, em São Paulo. 

A Monja orienta diversos grupos no Brasil e participa de diversas atividades públicas promovendo o princípio da não violência ativa e da cultura de paz, é autora de diversos livros, entre eles: “Palavras do Darma “, “A Sabedoria da Transformação”, “108 Contos e Parábolas Orientais”, “O Monge e o Touro”, “O sofrimento é opcional”, “Zen para distraídos”, “O inferno somos nós”, (com Leandro Karnal, dentre outros.

A live contará com a medição do professor da Estácio e coordenador do Laboratório de Tanatologia e do NASE, Djailson Ricardo Malheiro, que destaca esse momento como renovador, diante de um ano tão difícil como o de 2020. “A presença de uma palestrante do nível da Monja traz um momento de fé e otimismo para as pessoas, com uma mensagem linda e de esperança para o ano de 2021, mesmo diante de tantos desafios que ainda precisamos vencer”, afirma Djailson Ricardo. 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também