© Gabriel Nascimento/Riotur

Escolas de samba do Rio concordam em adiar desfiles para julho de 2021

O 1º caso de covid-19 no Brasil foi confirmado em 26 de fevereiro –durante o Carnaval de 2020.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Liesa (Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro) aceitou adiar o desfile do Carnaval de 2021 para a 1ª metade de julho. A informação foi divulgada nessa 2ª feira (16.nov.2020) pelo O Globo.

A causa é a pandemia do novo coronavírus, que já matou mais de 166 mil pessoas no Brasil. De acordo com o presidente da organização, Jorge Castanheira, é provável que o desfile do ano que vem seja realizado em 10 e 11 de julho.

“Confirmamos a possibilidade de as escolas buscarem patrocínio e começarem a se preparar e todas elas estão dispostas”, afirmou Castanheira.

Ele informou ainda que a decisão não é final e depende da disponibilização de uma vacina contra a covid-19. O presidente do grupo acrescentou: “A intenção é nos anteciparmos e pensarmos desde agora na possibilidade de realizar o desfile, mas tendo a vacina e um calendário de imunização”.

Atualmente, há 4 vacinas em testes no Brasil, mas nenhuma das substância foi aprovada para o uso.

O 1º caso de covid-19 no Brasil foi confirmado em 26 de fevereiro –durante o Carnaval de 2020. Desde então, mais de 5 milhões de brasileiros foram infectados.

Para o próximo ano, apenas a Mangueira ainda não definiu o enredo.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.