Foto: Ascom/PMP

Equipes das barreiras sanitárias notificaram 74 pessoas com suspeita de Covid-19 nas entradas de Petrópolis

O balanço traz os números de quase dois meses de atuação.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

As barreiras sanitárias notificaram, do início de abril até a última quarta-feira (19), 74 pessoas com suspeita de Covid-19. Dessas, 44 eram de fora do município e outras 30 de Petrópolis. O controle de acesso impediu ainda que 6.774 veículos entrassem na cidade neste mesmo período. Quase 11 mil vouchers de acesso aos polos de modas foram apresentados nas entradas de Petrópolis.

O balanço das barreiras sanitárias foi apresentado na noite de ontem (18), em uma reunião entre as secretarias atuantes neste trabalho. O encontro serviu para alinhar as equipes para as ações das próximas semanas, também pensando no feriado de 3 de junho (Corpus Christi).

“Estamos atuando com um propósito bem maior, que é salvar vidas e fazer o nosso melhor”, disse Rubens dos Santos, enfermeiro, que atua na barreira sanitária do Bingen. “Pude observar durante meus nove meses de barreira a importância dessa atuação. Agimos na triagem de moradores e visitantes da cidade, com o objetivo de identificar sinais e sintomas relacionados ao Covid”, ressalta.

O trabalho realizado nas barreiras sanitárias é uma força tarefa do governo municipal e conta com equipes da CPTrans, Vigilância Sanitária, Guarda Civil, Defesa Civil e da coordenadoria especial de Relações Institucionais, através dos agentes regionais.

Neste momento, 151 pessoas estão internadas em UTIs privadas e pelo SUS. Outras 137 estão em leitos clínicos, considerando leitos privados e SUS, totalizando assim, 288 internações em toda a rede da cidade. A ocupação de leitos clínicos pelo SUS é de 42,06% e 70,94% em UTI.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.