Uma equipe técnica da Agência de Cooperação Internacional do Japão (Jica) visitou Petrópolis nesta quarta-feira (13.09). Em pauta, conhecer o trabalho realizado pela prefeitura pensando na prevenção de desastres. Os engenheiros japoneses foram até o Independência, bairro mais populoso da cidade e na Rua Uruguai. Eles também visitaram a sede da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntarias para aprender como funciona o setor operacional do órgão.

“Receber uma equipe de engenheiros japoneses em Petrópolis demonstra que estamos no caminho certo. A prevenção sempre será a melhor alternativa para evitarmos tragédias. Essa troca de conhecimento é essencial para que possamos aprimorar nossas ações e dar prosseguimento no que estamos implementando no município para evitar problemas causados pelas chuvas”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

Dentro do Projeto de Gestão Integrada de Desastres Naturais (Gides), os geólogos da Defesa Civil criaram um mapa de risco do Independência, bairro mais populoso da cidade. A equipe japonese teve a oportunidade de visitar o local durante a tarde. “O que mais chama a atenção dos japoneses são as construções em encostas. Explicamos que esse é um problema recorrente do abandono que Petrópolis viveu ao longo de muitos anos, mas que a prefeitura está intensificando a fiscalização para combater a pratica”, afirma se secretário de Defesa Civil, Paulo Renato Vaz.

O especialista em Desastres de Movimento de Massa, Akinori Naruto, foi o responsável pela visita da equipe japonesa a cidade e elogiou o empenho dos profissionais envolvidos na parceria com o Japão. “Os responsáveis pelo trabalho em Petrópolis estão de parabéns, sempre cumprindo os prazos e mostrando que estão interessados em aprender”, brincou.

“Com muito orgulho recebemos os japoneses na nossa sede. Eles são a nossa referência em prevenção a desastres. Mostramos um pouco do nosso trabalho e levamos os técnicos para conhecerem algumas das nossas dificuldades. Acredito que esse trabalho em conjunto vai render um futuro mais resiliente para Petrópolis”, disse o secretário de Defesa Civil, coronel Paulo Renato Vaz.

Emissora de televisão japonesa acompanha a visita

Uma equipe da rede de televisão Saitama acompanhou a visita dos japoneses. A emissora vai fazer um documentário com o trabalho realizado pelas cidades brasileiras no Projeto Gides. Norio Sasaki, ex-treinador da seleção japonesa de futebol feminino, é o responsável pelo trabalho. “A gente quer ver como os brasileiros estão colocando em prática o trabalho desenvolvido dentro do Gides. Fiquei muito feliz em ser escolhido para vir para cá”, comentou, durante o encontro.

O Projeto Gides é executado pelo Ministério das Cidades, pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação – CEMADEN, pelo Ministério da Integração – CENAD e pelo Serviço Geológico Brasileiro – CPRM, contando com a cooperação de especialistas japoneses do Ministério da Terra, Transporte, Infraestrutura e Turismo – MLIT, da Agência de Meteorologia do Japão e de outros órgãos de expertise na área, por meio da Agência de Cooperação Internacional do Japão – JICA.