Os desafios da segurança pública no Rio de Janeiro estão no foco dos debates de especialistas nos últimos dias no país inteiro, mas esse não é o único setor de segurança que preocupa empresários e governantes cariocas. No dia 10 de maio, chefes de segurança da informação das maiores empresas brasileiras, representantes de órgãos públicos e especialistas internacionais se reunirão na capital fluminense para discutir as vulnerabilidades e tendências de ataques cibernéticos que já preocupam os gestores locais.

Em sua segunda edição no Rio, o MIND THE SEC, o maior e mais qualificado evento de Segurança da Informação do Brasil, promove o encontro entre os maiores especialistas em cibercrime e segurança da informação do mundo para debater tendências e discutir os desafios do segmento e a vulnerabilidade do Brasil no cenário mundial. “Em momentos de crise, tanto econômica quanto civil, como a que o Rio de Janeiro enfrenta agora, é natural enfrentarmos também um crescimento no número de fraudes digitais. Por isso, é imperativo que quem cuida dos dados e da privacidade dos cariocas tenha acesso a conteúdo e conhecimento de ponta”, ressalta Anderson Ramos, fundador do Mind The Sec e CTO da Flipside, produtora do evento.

Em 2017, o custo do despreparo frente ao cibercrime, hoje mais organizado, globalizado e ativo, foi de cerca de 70 bilhões de reais para a economia brasileira e afetou 62,7 milhões de pessoas e empresas, que perderam 24 horas – ou três dias inteiros de trabalho – para lidar com os danos pós-ataques, de acordo com o 2017 Norton Cyber Security Insights Report, divulgado pela empresa de segurança Symantec.

Um dos destaques da programação de palestras do Mind The Sec, que terá três trilhas de conteúdo e quase 10 horas de atividades, é o diretor técnico da Trend Micro Brasil, Franzvitor Fiorim, que falará dos riscos que as organizações enfrentarão no Brasil em 2018 e sobre os 5 principais ataques cibernéticos e tipos de roubos de dados que estão em alta nos próximos meses.

O especialista em segurança da informação, Igor Rincon, completa a programação falando sobre os desafios para identificar comportamentos inseguros dos usuários, principalmente em empresas, e como usar de engajamento educacional para educá-los de forma efetiva e prevenir ataques que não são parados por softwares, responsáveis por 58% dos vazamentos de dados no ano passado.

Microsoft, Vale, SulAmérica, TrendMicro, ECAD, Prudential e Cylance, entre outras gigantes internacionais e nacionais, estarão representadas no evento para discutir temas exclusivos e inéditos a fim de diminuir em 2018 esse fator que está afetando a economia, a atividade industrial e o comportamento estratégico das empresas cariocas e brasileiras.

O evento acontece em um dos hotéis mais luxuosos do país, o Sheraton Grand Rio Hotel & Resort, e é a principal oportunidade para troca de informações e concretização de negócios do setor de Segurança da Informação no Brasil.

Sobre o Mind The Sec

O Mind The Sec é a maior e mais qualificada conferência corporativa brasileira sobre Segurança da Informação e Segurança Cibernética.

Promovido pela Flipside – Security Beyond Technology, o evento reúne os mais consagrados palestrantes e executivos nacionais e internacionais do tema para debates em um formato que privilegia o relacionamento de alto nível e a troca de conhecimento entre especialistas, empresas e fornecedores de soluções.

 

Serviço

Mind The Sec 2018 – Edição Rio de Janeiro

Data e horário: 10 de maio, das 8h às 18h

Local: Sheraton Grand Rio Hotel & Resort (Av. Niemeyer, 121 – Leblon)
Ingressos e programação: (https://mindthesec.com.br/rio-de-janeiro-2018/)

 

Foto em destaque: Anderson Ramos, idealizador do Mind The Sec: Em 2017, evento foi o principal espaço para a troca de informações após os ataques de sequestro de dados que pararam empresas, hospitais e órgãos públicos no país / Divulgação