Emprego e saúde são prioridades para o brasileiro em 2021, mostra CNI

Na opinião da população, as medidas ficam empatadas tecnicamente no primeiro lugar entre as ações prioritárias a serem adotadas pelo governo.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A pesquisa Retratos da Sociedade Brasileira, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), mostra que 41% dos brasileiros consideram que a geração de empregos deve ser a prioridade do governo para 2021. Esse percentual sobe para 52% da população nas regiões Norte e Centro-Oeste e preocupa mais as famílias com renda de até um salário mínimo. Nessa faixa de renda, 44% das pessoas consideram o emprego a prioridade para o ano.

A melhora dos serviços de saúde recebeu 39% das menções. Quando considerada a margem de erro de dois pontos, a saúde fica empatada tecnicamente com a geração de emprego entre as prioridades para este ano.

Desta forma, na opinião da população, as cinco principais prioridades para 2021 são: promover a geração de empregos (41%), melhorar os serviços de saúde (39%), combater a corrupção (35%), melhorar a qualidade da educação (34%) e combater a violência e a criminalidade (25%).

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.