Em Petrópolis, pessoas com baixa imunidade começarão a receber dose de reforço na terça-feira (14)

Imunossuprimidos podem receber a dose de reforço a partir de 28 dias após a aplicação da segunda dose.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Prefeitura de Petrópolis abriu nesse domingo (12) cadastro para pessoas imunossuprimidas (com baixa imunidade) receberem a dose de reforço da vacina contra a covid-19. Para preencher o cadastro a pessoa deve acessar o site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br) e clicar no banner “dose de reforço Imunossuprimidos”, que estará ao lado do link de cadastramento para primeira dose.

A vacinação deste grupo será feita na terça (14) e quarta-feira (15), com opções de agendamentos em quatro diferentes pontos da cidade: Clube Palmeira, no Itamarati; Esporte Clube Magnólia, no Bingen; Centro de Saúde Professor Manoel José Ferreira, no Centro; e Parque Municipal, em Itaipava.

“O reforço na vacinação destas pessoas que têm imunidade baixa e por isso são mais vulneráveis é mais um passo importante dentro da campanha de imunização contra a covid-19 na cidade. A Secretaria de Saúde faz todo um planejamento para que a gente continue a atender de forma organizada todos os públicos a medida em que a campanha avança e é ampliada. A vacinação de cada petropolitano é importante para a proteção de todos”, pontua o governo municipal.

De acordo com as orientações do Ministério da Saúde, imunossuprimidos podem receber a dose de reforço a partir de 28 dias após a aplicação da segunda dose.

“É fundamental que todos observem no cartão de vacina a data em que foi aplicada a segunda dose e verifiquem se já estão aptos a receber a dose de reforço, que, no caso das pessoas imunossuprimidas, deve ser feita pelo menos 28 dias após a segunda dose, diferente dos idosos, que precisam de um intervalo maior – seis meses”, explica o secretário de Saúde.

Até o momento, cerca de 2.300 pessoas com imunidade baixa foram vacinadas contra a covid-19 em Petrópolis. Fazem parte deste grupo pacientes com doenças renais crônicas em diálise, pessoa com câncer, pessoas que vivem com HIV, entre outras doenças que causam perda de imunidade. Para a aplicação da dose de reforço, no momento da vacinação é obrigatória a apresentação do comprovante de vacina, além de CPF, documento pessoal com foto e laudo médico.

“O cartão de vacinação é importante para que a equipe de vacinação verifique o tipo de vacina que foi aplicada anteriormente e possa conferir também a data em que a aplicação da segunda dose foi feita, garantindo que o prazo para receber o reforço está correto”, explica o secretário de Saúde.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.