Quem esperou a madrugada para verificar as promoções da Black Friday pode contar com a equipe do Procon Petrópolis, que permaneceu de plantão orientando os consumidores e regularizando divergências relatadas na hora da compra. Foram seis fiscais de plantão entre 22h de quinta (22) e 3h desta sexta-feira (23.11) que atuaram em supermercados e lojas de varejo. A partir das 11h, a equipe volta às ruas para começar mais um plantão até às 17h. Desta vez a equipe se concentra na Praça Alcindo Sodré, de onde partem para as incursões em tempo real, de acordo com a demanda da população.

Em Petrópolis, o consumidor marcou presença nos estabelecimentos que abriram as portas. Apesar das filas causadas, não houve relatos de tumultos. Em uma loja de varejo não havia caixa preferencial para os consumidores, conforme determina a legislação. A equipe solicitou à gerência do estabelecimento a regularização, que foi atendida de imediato. Em uma gôndola, não havia indicação de preços, o que foi providenciado pela equipe da loja.

“Estivemos presente na madrugada, conforme determinação do prefeito Bernardo Rossi, para resolver qualquer eventual divergência de preços durante as compras nesta data. O maior problema relatado, porém, foi um preço anunciado no encarte que, quando passava no caixa, estava incompatível. A demanda também foi resolvida sem maiores dores de cabeça. Estamos atuando desde o mês passado para evitar que elas existam e esperamos que o dia seja tranquilo para o consumidor nas suas compras”, destacou o coordenador do Procon, Bernardo Sabrá.

A orientação do órgão de defesa do consumidor é que as compras sejam feitas com atenção para evitar que o cliente seja enganado. Por gerar grande fluxo de pessoas nas lojas, sejam elas físicas ou on-line, a população deve ficar de olho em alguns pontos como o preço anunciado na prateleira. “Uma dica é tirar fotos que comprovem o valor e, caso passe preços diferentes, mostrar ao atendente e solicitar a correção de imediato”, orienta Sabrá.

Além da equipe na Alcindo Sodré, denúncias podem ser feitas no Procon, que fica na Rua Dr. Moreira da Fonseca, 33, ao lado da Câmara dos Vereadores, e na unidade de Itaipava funciona no Centro de Cidadania, na Estrada União e Indústria, 11.860. Para realizar os atendimentos os usuários podem utilizar, ainda, o serviço de mensagem da página do Facebook do Procon Petrópolis, os telefones 2246-8469 / 8470 / 8471 / 8472 / 8473 / 8474 / 8475 / 8476 e 8477. Os telefones da unidade em Itaipava: 2222-1418 / 7448 e 7337, ou WhatsApp Denúncia no número 98857-5837. O atendimento pelo site pode ser acessado pelo link http://www.petropolis.rj.gov.br/procon/index.php/fale-conosco.

 

Cinco agências serão atuadas por não manter vigilantes 24h

Esta madrugada também foi marcada pela vistoria em agências bancárias do município para verificar a presença de vigilantes. Os cinco locais visitados não estavam com profissionais atuando na segurança. Todos as agências serão atuadas nesta sexta-feira (23.11), podendo ser multadas por descumprimento da Lei Municipal 7.640, que entrou em vigor em 6 de junho de 2018. Todas as agências da cidade já haviam recebido notificação para providenciar a atuação do profissional. 

A Lei prevê que os vigilantes sejam preparados com cursos de formação para oficio. Além disso, os profissionais devem permanecer no interior do estabelecimento bancário em local seguro, com alarme e acesso ao terminal telefônico para rápido acionamento policial. O objetivo é manter a segurança dos clientes, que são os consumidores, mesmo fora do horário de funcionamento das agências.

As agências que serão autuadas são a Caixa Econômica Federal, Bradesco e Banco do Brasil, todos da Rua do Imperador, além da agência do Santander e Itaú na Marechal Deodoro. As fiscalizações, porém, passarão a ser constantes até que todas elas estejam regulares.

A fiscalização às agências foi acompanhada pelo vereador Justino do RX.

 

Fonte: Prefeitura de Petrópolis