Em apenas 24 horas, Petrópolis contabiliza mais duas mortes entre pacientes infectados pelo Coronavírus Ambos permaneceram hospitalizados por mais de duas semanas. Até o momento, município possui 13 óbitos relacionados à doença

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Mais duas mortes foram notificadas à prefeitura de Petrópolis nesta quarta-feira (06/05). A primeira, já informada pela Secretaria de Saúde esta manhã, é relativa ao único profissional de saúde morto pela COVID-19 na cidade. O paciente, de 46 anos, que atuava no Posto de Saúde da Família do distrito de Pedro do Rio, estava internado há mais de duas semanas no Hospital Municipal Dr. Nélson de Sá Earp (HMNSE) e veio a óbito esta madrugada.

O segundo paciente era um senhor de 68 anos residente em Itaipava. Segundo a equipe médica responsável pelo atendimento, ele deu entrada numa unidade de saúde particular no dia 30 de março e faleceu, também, durante a madrugada desta quarta-feira (06/05). A Secretaria de Saúde não foi notificada se os pacientes eram portadores de doenças pré-existentes.

Até o momento, o município já possui 13 óbitos, 626 casos suspeitos, 189 exames negativos,186 já confirmados como positivos para a COVID-19 e 251 permanecem em análise. As internações já somam 69 pacientes, sendo 28 em leitos clínicos e 41 em unidades de terapia intensiva. Segundo a última atualização, realizada nesta quarta-feira (06/05), 21 óbitos estão aguardando confirmação dos exames de laboratório e 71 pacientes já estão recuperados da doença.

Em transmissão ao vivo, realizada hoje pelo prefeito Bernardo Rossi, foi anunciado o projeto de uma UPA Vermelha. O local, que vem sendo idealizado para o caso de um crescimento demasiado no número de casos de COVID-19 na cidade, servirá temporariamente de ponto de atendimento específico para pacientes infectados pelo Coronavírus na própria UPA Cascatinha. Ao todo, 25 leitos de UTI poderão atender os casos urgentes no município. Segundo o prefeito, a cidade continua dependendo do comprometimento da população para que uma possível reabertura do comércio possa ocorrer.

“Já temos o projeto em mãos e vamos dar andamento se nossos números subirem em excesso na cidade. Esperamos não ser necessário. Continuo pedindo para que a população permaneça em isolamento social para que não ajudem a disseminar a doença”, finalizou o prefeito.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.