Em ação global, FBI planta celulares e prende mais de 800 pessoas

O FBI ajudou a infiltrar 12 mil dispositivos em 300 grupos criminosos em mais de 100 países.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Em uma estratégia global, na qual telefones criptografados que policiais foram vendidos a gangues do crime organizado, resultou mais de 800 prisões e apreensão de drogas, armas, dinheiro e carros de luxo em 18 países, disseram autoridades na última terça-feira.

A operação “Greenlight/Trojan Shield”, foi criada no ano de 2018 pela polícia australiana e pelo FBI, sendo uma das maiores infiltrações de controle de uma rede criptografada especializada. Os suspeitos presos na Austrália, Ásia, Europa, América do Sul e Oriente Médio.

A polícia utilizou na operação o aplicativo de mensagens Anom e os celulares foram vendidos para redes do crime organizado por pessoas do meio. O FBI ajudou a infiltrar 12 mil dispositivos em 300 grupos criminosos em mais de 100 países.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.