Elevado conhecido como Caracol, condenado pela Defesa Civil, permanece sem solução há anos no Alto da Serra

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Moradores da Servidão acessada pelo número 866 da Rua Teresa, estão completamente desassistidos dos órgãos públicos em se tratando de segurança, iluminação pública e infraestrutura. Há anos a Defesa Civil condenou o acesso à comunidade, mais conhecido como CARACOL, por risco de desabamento. Hoje os moradores se utilizam da passagem de forma inapropriada, pois não possuem outro acesso para as residências da localidade. O risco de desabamento do Caracol é iminente e quem passa pelo acesso, que é uma plataforma elevada, pode sofrer um acidente grave.

Moradores, que denunciam o caso, dizem ter entrado em contato com a Secretaria de Obras do Município e com alguns vereadores, mas ninguém resolveu o problema.

Além do risco de desabamento, os moradores reclamam da falta de iluminação pública. A Servidão não possui nenhum poste com lâmpadas e para sair das suas casas durante a noite, precisam usar lanternas ou seus celulares para iluminar a via.

Ainda de acordo com a denúncia, o local está sendo utilizado como ponto de venda de drogas e também como ponto de prostituição, o que aumenta o medo dos moradores de sair das suas casas.

A Prefeitura de Petrópolis informa, em nota, que a Secretaria de Obras irá vistoriar o local e determinar as intervenções necessárias para reestabelecer o acesso seguro à servidão. “A Secretaria de Obras irá vistoriar o local para verificar as condições do trecho e determinar intervenções necessárias”, diz a nota.

Em resposta aos questionamentos realizados pelo Giro Serra sobre a falta de iluminação pública na servidão, a Prefeitura de Petrópolis se justifica baseando-se nos números de consertos realizados na Rua Teresa, não mencionando a instalação de postes e lâmpadas na servidão que tem acesso pelo número 866, local informado na denúncia. “Quanto à iluminação pública, a Rua Teresa teve conserto de 145 pontos de luz desde fevereiro do ano passado. No mesmo período, o Alto da Serra teve o teve reparos em 926. O Departamento de Iluminação Pública não possui nenhum pedido de manutenção em aberto para o local, mas vai encaminhar uma equipe para verificar os pontos e promover eventuais reparos necessários”.

A Prefeitura solicita apoio a comunidade para registrar os pedidos através de seus canais de atendimento. “Vale lembrar que a população pode apresentar solicitações direto no Departamento de Iluminação Pública (Av. Barão do Rio Branco, 2.846 – Centro), de segunda a quinta entre 7h e 17h e sextas, de 7h às 16h. A população também pode fazer solicitações de manutenção da rede pelos telefones: 0800 024 1000/ 2246-8971 / 2233-8165. Outro caminho possível é fazer a solicitação pelo site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br) e pelo aplicativo disponível para celulares com sistema operacional Android (Petrópolis IP)”, explica a Assessoria de Comunicação da Município.

Em relação a falta de segurança no acesso a servidão, provavelmente causado pelo abandono e pela falta da iluminação pública, a Prefeitura se exime da responsabilidade explicando que o policiamento ostensivo deve ser realizado pela Polícia Militar. “Sobre a segurança, cabe ressaltar que o policiamento ostensivo é atribuição da Polícia Militar”, conclui o órgão.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.