Eleitos conselheiros e suplentes do Conselho Municipal de Trânsito e Transportes

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Com o tema Mobilidade Urbana, a 15ª Conferência Municipal de Trânsito e Transporte (CMTT), foi realizada neste sábado (18.05), na Universidade Católica de Petrópolis (UCP) e elegeu os 11 novos conselheiros e 11 suplentes representantes da sociedade civil para o Conselho Municipal de Trânsito e Transporte (Comutran). O evento que acontece paralelo a Campanha do Maio Amarelo, contou também com palestras e discussões sobre o Plano de Mobilidade Urbano – PlanMob apresentado pela equipe da CPTrans.

“Todas as discussões foram válidas, conseguimos esclarecer as dúvidas que foram apresentadas pelos presentes e estamos muito satisfeitos com o resultado da Conferência. Todo encontro é uma oportunidade de trocar com a sociedade civil ideias, experiências, sempre com um único objetivo melhorias para a cidade”, destacou o presidente do Comutran e diretor-presidente da CPTrans, Jairo Cunha.

No segundo dia da CMTT, o diretor técnico Operacional da CPTrans, Luciano Moreira, apresentou o PlanMob para os presentes que puderam discutir e apresentar sugestões e novas ideias sobre o plano. “A conferência foi bem produtiva. Ter contato direto com as ideias da sociedade civil faz toda diferença para nossas ações. É necessário que exista essa proximidade, pois a organização de trânsito impacta diretamente o dia a dia de todos. A conferência possibilita esta troca”, frisou o diretor técnico Operacional da CPTrans, Luciano Moreira.

“Achei o PlanMob ousado e muito necessário para a cidade. Alguém tem que encarar e fazer, e eu torço muito para que o plano se torne realidade. De todos os municípios que eu visitei, até hoje eu não vi nada igual aqui, aliás tem lugares que nem sabe por onde começar o plano. Realmente estão de parabéns”, contou o representante comercial de uma empresa do Paraná de soluções em mobilidades urbanas, Renato Güttler.

O evento teve ainda palestras sobre as consequências de acidentes de trânsito com vítimas.  Com o tema “Solidariedade que corre nas veias”, o captador de doadores do banco de Sangue do Hospital Santa Teresa, Vinicius Pereira, explanou sobre a importância da continuidade da doação e como o banco atende vítimas de acidentes no município. Em seguida, a Arquiteta e mestre em Engenharia pela PUC, Flávia Carvalho, falou sobre os tipos de veículos leves sobre trilhos (VLT), sobre a implementação do modelo nas grandes cidades, e a possibilidade de implementação deste tipo de transporte. 

Fonte: Prefeitura de Petrópolis

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.