Edital de licitação para obra da União e Indústria deve ser publicado na próxima semana

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O edital de licitação para a obra de recuperação da Estrada União e Indústria deverá ser publicado na próxima semana. A informação foi confirmada pela superintendência do DNIT, no Rio. A obra, orçada em R$ 40 milhões, prevê a recuperação dos 25 quilômetros da Estrada União e Indústria no trecho entre o Retiro e Pedro do Rio.

“A obra é fundamental pra cidade. E desde que assumimos, em 2017 estamos cobrando essa obra tão necessária para Petrópolis, principalmente para as milhares de pessoas que precisam transitar pela União e Indústria diariamente. O lançamento do edital, que estava previsto para ocorrer em abril atrasou e, desde então, estamos cobrando uma nova data. O deputado federal Vinicius Farah está sendo decisivo neste sentido porque ele travou conosco essa batalha e conseguimos um posicionamento do DNIT e o edital deverá ser lançado na próxima semana”, explicou o prefeito Bernardo Rossi.

De acordo com o deputado Vinicius Farah, o DNIT de Brasília enviou o processo para a Superintendência do DNIT no Rio no início dessa semana, para que os demais trâmites do processo sejam resolvidos.

“Estamos em contato direto com a Superintendência do DNIT, tanto no Rio, quanto em Brasília e o superintendente do órgão, Jeffrey Rodrigues de Carvalho confirmou que o edital será publicado na próxima semana. Uma vitória depois de tanto tempo de luta por essas melhorias. Ainda assim, com essa perspectiva, continuaremos acompanhando todos os trâmites”, afirma o deputado federal, Vinicius Farah.

O projeto de reforma prevê a pavimentação, sinalização e melhorias na drenagem de todo o trecho entre o Retiro e Pedro do Rio – que é de responsabilidade do DNIT. A prefeitura vai realizar, no decorrer da obra, pequenas intervenções como a construção de baias de ônibus e pequenos alargamentos na pista. A publicação do edital para contratação da empresa será feita pela Superintendência do DNIT no Rio de Janeiro.

A reforma da União e Indústria sai do papel depois de quase 10 anos. Em 2009, a justiça determinou que o DNIT fizesse um projeto de recuperação da estrada, o que não ocorreu e rendeu uma multa de R$ 14 milhões ao órgão. Em 2011, o projeto até foi idealizado, mas não saiu do papel. Em 2016, uma licitação foi feita, mas a vencedora abriu mão do contrato e a segunda colocada não teve interesse na obra. Desde 2017 a prefeitura cobra que o Dnit finalmente realize a reforma.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.