Foto: Reprodução/Facebook

Éder Jofre morre aos 86 anos em São Paulo

O ex-atleta estava internado desde março em uma clínica da cidade
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O campeão mundial de boxe, Éder Jofre, morreu na madrugada deste domingo (2), em Embu das Artes, em São Paulo.

De acordo com os familiares, o ex-atleta estava internado desde março em uma clínica da cidade por causa de pneumonia e que veio a falecer por complicações da doença.

Éder Jofre é considerado o maior boxeador peso galo de todos os tempos, foi campeão mundial de 1960 a 1965. Já em 1973, conquistou o título mundial como peso pena. Categoria acima do peso galo.

O ex-pugilista foi o primeiro brasileiro a conquistar um título de relevância dentro do boxe mundial. Era conhecido como o “Galo de Ouro” e entrou para o Hall da Fama do Boxe da Costa Oeste dos Estados Unidos no ano de 2021.

Foto: Reprodução

Jofre foi internado no dia 4 de março em clínica em São Paulo por causa de uma pneumonia, além disso sofria de encefalopatia traumática crônica.

Nascido no dia 26 de março de 1936, Éder Jofre foi criado em uma família de boxeadores por isso sempre conviveu com o esporte. Aos quatro anos subiu em um ringue pela primeira vez para treinar com seu tio Ricardo Zumbano.

Começou sua carreira de boxeador no São Paulo Futebol Clube, tendo como técnico seu próprio pai, Kid Jofre.

O tricampeão mundial como atleta tricolor paulista ganhou os primeiros campeonatos paulista e brasileiro que disputou. Jofre foi representar o Brasil nas Olimpíadas de 1956 que aconteceu em Melbourne, na Austrália, ao lado de outro atleta Adhemar Ferreira da Silva.

O filme “10 segundos para vencer” lançado em 2018, mostra a trajetória da lenda Éder Jofre.

Foto: Reprodução
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.