Duas atletas petropolitanas de jiu-jitsu se preparam para o Campeonato Brasileiro da CBJJ

As duas contam com o apoio da prefeitura, através da SEPJIL.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O título de campeãs brasileiras de jiu-jitsu da Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu (CBJJ). Esse é o objetivo em comum de duas petropolitanas: Thauany Xavier Corrêa (faixa preta) e Maynne Freitas Corrêa (faixa marrom), atletas da equipe Gracie Barra núcleo Itaipava. A competição será disputada na Vila Militar, em Deodoro, entre os dias 25 de setembro e 4 de outubro. Elas contam com o apoio da prefeitura de Petrópolis, através da secretaria de Esportes, Promoção da Saúde, Juventude, Idoso e Lazer (SEPJIL).

Na manhã de hoje (25/08), as atletas estiveram reunidas com o secretário da SEPJIL, Leandro Kronemberger, apresentando um pouco da trajetória delas até aqui. A dupla já representou o país em competições da modalidade nos Estados Unidos, por exemplo, e estão em busca de mais títulos para Petrópolis.

“O esporte trouxe para a gente experiências que vão além do tatame. Hoje, passamos metade do nosso ano nos Estados Unidos, participando de competições em alto nível. Para a gente é motivo de orgulho e satisfação representar o nosso país, e dentro do Campeonato Brasileiro, representar a nossa cidade”, disse Thauany.

Ela já conquistou resultados expressivos no jiu-jitsu, como o primeiro lugar no brasileiro de equipes da CBJJ e o campeã absoluto American National IBJJF, em 2019. Também foi vice-campeã do Sul-americano CBJJ em 2021, na faixa preta. Por outro lado, na faixa marrom, Maynne venceu o Rio Winter e o Rio Open da CBJJ e o Grand Slam de Abu Dhabi da UAEJJF.

“Eu procurei o jiu-jitsu por causa da Thauany, que começou quatro anos antes de mim. Na época, não imaginava chegar tão longe. Hoje nós duas vivemos do esporte, somos instrutoras também, é uma grande satisfação para a gente estar aqui”, disse Maynne.

Parceira das meninas nessa competição, a prefeitura planeja a realização do Agita Lutas até o fim do ano. A proposta do governo interino é reunir atletas de diversas artes marciais em uma apresentação visando incentivar a prática esportiva entre as crianças e adolescentes.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.