Dois ônibus da Turp Transporte são alvos de vandalismo

Os veículos modelo executivo, adquiridos zero quilômetro há dois anos, sofreram os atos criminosos entre sexta-feira (17) e sábado (18).
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A empresa de ônibus Turp Transporte voltou a ser alvo de vandalismo nos coletivos que atendem os distritos. Em menos de 48 horas, dois ônibus que faziam as linhas 602 – Vale das Videiras e 617 – Araras x Itaipava, tiveram alguns estofados dos bancos rasgados. Os veículos modelo executivo, adquiridos zero quilômetro há dois anos, sofreram os atos criminosos entre sexta-feira (17) e sábado (18).

Ainda de acordo com a empresa, os problemas mais comuns encontrados nos ônibus são os bancos rasgados, pichações, quebras de vidro e ainda o excesso de lixo. Além de comprometer a operação na cidade, principalmente em período de pandemia, os constantes atos criminosos ainda refletem em impactos no valor final da tarifa de ônibus.

O Setranspetro esclarece que a conscientização dos passageiros é fundamental para a qualidade dos serviços prestados pelas empresas e para evitar custos excessivos para o sistema, elevando o preço da tarifa. O sindicato ainda lembra que a depredação dos ônibus é crime previsto no artigo 163 do código penal.

“Caso o suspeito seja identificado poderá arcar com as despesas para a manutenção do ônibus. E se for menor de idade, os responsáveis é que devem responder e custear os reparos. Além do prejuízo financeiro, que é absorvido pelas empresas, certamente os mais prejudicados são os clientes, que precisam ficar mais tempo aguardando o ônibus passar por reparos”, disse Carla Rivetti, gerente do Sindicato.

O Setranspetro destaca ainda que as empresas vão ampliar a observação das câmeras de circuito interno para tentar identificar possíveis pessoas que estão praticando este tipo de ação. Os passageiros também podem contribuir, informando ao Disque Denúncia da Polícia Militar, pelo número (24) 2242-8005 ou pelo WhatsApp (24) 99324-5499.

Fonte: Divulgação

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.