O Portal dos Procurados divulga nesta terça-feira, dia 09/01, cartaz com a foto de Martin Estêvão da Silva Santos, de 23 anos. Ele é o principal suspeito de ser o autor dos disparos realizados na porta de uma boate em Paraty, na madrugada do dia 03/12/2017, onde foram baleados dois policiais militares e um segurança do estabelecimento. As três vítimas foram socorridos por populares. Um dos policiais alvejado pelos tiros, morreu quinze dias depois do crime.

A tentativa de homicídio aconteceu em frente ao estabelecimento comercial, que fica localizada na Avenida Roberto Silveira, no bairro Chácara da Saudade, em Paraty, que é um município do Rio de Janeiro, localizado no litoral sul do estado. Após o crime, policiais militares do 33ª Batalhão da Polícia Militar (Angra dos Reis), receberam a informação de que o autor dos disparos estaria escondido no Morro do Ditão. Após operação grande quantidade de drogas, munições. Alessandro da Silva Lourenço, suspeito de chefiar o tráfico do local, morreu em confronto com os policiais.

Após investigações realizadas pela 167ª Delegacia de Polícia, sob o comando do delegado Uriel Alcântara Machado, responsável pelo inquérito policial que investiga o caso, foi feita uma representação junto a Justiça, que deferiu um mandado de prisão expedido pela Comarca de Paraty/Vara Única, pelo crime de Homicídio Qualificado (Art. 121, § 2º – CP)/Tentativa, Processo No 0002678-64.2017.8.19.0041, expedido em 05/12/2017, com pedido de Prisão Temporária.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização do envolvido, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; Central de Atendimento do Disque Denúncia (21) 2253-1177; através do Facebook/(inbox), endereço:
https://www.facebook.com/procurados.org/; e pelo aplicativo Disque Denúncia RJ.

Todas as informações serão encaminhadas à 167º DP – Paraty – que estão encarregada do inquérito criminal e das investigações.

 

(matéria atualizada em 10/01 00:08)

Fonte: Disque Denúncia RJ - DDRio