Disque Denúncia lança campanha de combate ao roubo combustíveis no Rio

Ação dá ênfase aos riscos desta prática criminosa
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O Disque Denúncia lançou hoje, (21), uma campanha para combater o roubo de óleo e derivados nos oleodutos localizados no estado do Rio de Janeiro, principalmente, no município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, onde há maior incidência deste tipo de crime. 

A campanha Denunciar é Bom Negócio, que terá veiculação em TV, rádio, peças de outdoor e redes sociais, tem como objetivo principal mobilizar a população a denunciar práticas ilegais e criminosas que envolvam combustíveis, tais como: roubo de combustível em dutos; refinarias clandestinas; depósitos clandestinos; transporte irregular e comercialização de combustível adulterado e armazenamento do produto com risco de explosão. O número é o (21) 2253-1177.

Em cinco anos, desde que a primeira denúncia sobre este assunto foi registrada, o Disque Denúncia contabilizou mais de 300 informações sobre estes crimes e ajudou a polícia do Rio a desarticular quadrilhas e a localizar endereços utilizados para armazenar ou comercializar, ilegalmente, o combustível.

Os riscos causados pela prática de derivações clandestinas vão desde incêndios e explosões que podem colocar em risco a vida das comunidades vizinhas às faixas de dutos, até causar graves impactos ao meio ambiente, contaminando solos e rios. 

Para o diretor do Disque Denúncia, Zeca Borges, denunciar é a melhor forma da população ajudar à polícia no combate a prática criminosa. “Roubar combustível é brincar com fogo, você sabe como começa, mas não controla o que acontece em seguida. Proteja a sua família, ligue para o Disque Denúncia”. 

Números

A Petrobras informou que em 2016, o número de furtos ou tentativas nos dutos em todo o país foi de 72, passou para 228 ocorrências em 2017, até atingir o recorde de 261 casos em 2018. No ano passado, o número caiu para 203, e em 2020 foram identificadas 116 ocorrências no primeiro semestre do ano.

A Petrobras informou ainda que a Transpetro, subsidiária da Petrobras, de transporte e logística de combustíveis, tem o telefone 168, canal oficial da companhia para contato direto entre a empresa e a população no recebimento de informações sobre ações não autorizadas em dutos. O anonimato é garantido, a ligação é gratuita e o telefone funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.

Fonte: Agência Brasil

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.