Orientar a população, treinar profissionais e prevenir a febre maculosa no município são os principais objetivos da Semana de Mobilização contra Febre Maculosa Brasileira, promovida pela Prefeitura de Diadema nos bairros Eldorado, Campanário, Paulina e Inamar, considerados de risco. A ação ocorre de 10 a 14 de setembro e é organizada pelas secretarias de Saúde e Educação.

A edição deste ano tem como foco o treinamento e capacitação dos profissionais de saúde. Serão realizadas rodas de conversa com técnicos de enfermagem, enfermeiros, médicos e agentes comunitários das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Eldorado, Paineiras e Paulina, situadas dentro das áreas com maior potencial de transmissão da doença na cidade. A ideia é capacitar os profissionais para que reconheçam os casos suspeitos mais rapidamente.

Além disso, folders com informações e orientações a respeito da doença serão entregues em Escolas Municipais de Educação Básica (EMEBs) e creches da cidade.

Outro diferencial deste ano é a implementação do Fórum Técnico de Febre Maculosa, que ocorre na região metropolitana de São Paulo e é coordenado pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES) através da Superintendência de Controle de Endemias (SUCEN) e pelo Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE). “O Fórum Técnico atende os profissionais da área de atenção médica, vigilância epidemiológica e vigilância de zoonoses da região. A intenção é manter a Semana de Mobilização anualmente, com o Fórum fazendo parte dela a cada 2 anos”, explica a médica veterinária do serviço de Epidemiologia e Controle de Doenças (ECD-Diadema), Milena Camara.

Nos últimos 20 anos, 13 munícipes foram diagnosticados com a febre maculosa e 6 deles entraram em óbito. Apesar da baixa incidência, Milena diz que a doença é considerada grave. “Como os carrapatos sobrevivem nas matas, não há uma expectativa de erradicar a doença no município. No entanto, os poucos casos que aparecerem, poderão fatalmente evoluir para o óbito se as pessoas não estiverem atentas”, finaliza.

Transmissão

A febre maculosa é uma doença infecciosa febril aguda, que costuma ser contraída pelos humanos através da picada do carrapato-estrela contaminado pela bactéria Rickettsia Rickettsii, normalmente encontrado em cães e gatos que frequentam a mata.

A transmissão ocorre quando o carrapato-estrela pica e permanece aderido ao hospedeiro por um período de 4 a 6 horas, sendo assim, quanto mais rápido o carrapato for retirado, menor será o risco de contrair a febre maculosa.

A doença não é transmitida através do contato direto entre as pessoas infectadas.

Sintomas

Caracterizada pelo seu início súbito, a doença se manifesta por meio de febre elevada, dor de cabeça constante, dores musculares intensas e prostração seguida de manchas avermelhadas, principalmente, nas palmas das mãos e solas dos pés. Os primeiros sintomas surgem entre o 2º e 14º dia após a picada e podem ser facilmente confundidos com outras doenças. Sendo assim, é fundamental que, para um diagnóstico e tratamento eficaz, o paciente que tenha entrado na mata e logo após apresentado os sinais, procure um serviço de saúde e informe o médico do acontecimento.

Prevenção

É orientado que os munícipes não deixem seus animais domésticos terem livre acesso à rua, pois eles poderão entrar na mata e voltar com carrapatos. Se possível, manter os gatos sempre com a coleira carrapaticida e examinar os animais com frequência para ver se há a existência dos carrapatos.

Além disso, em casos de contato com áreas favoráveis a presença do carrapato-estrela, é recomendado o uso de roupas compridas, botas longas e calças lacradas com fitas adesivas. Roupas de cor clara facilitam a visualização do carrapato.

Serviço:

Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Diadema:

Rua Ipoá, 40 – Jardim Inamar

Tel: 080077 10963

UBS’s:

UBS ABC: Avenida das Ameixeiras, 679 – Jardim ABC.

UBS Canhema: Rua 22 de Abril, 113 – Jardim Canhema.

UBS Centro: Avenida São José, 472 – Centro.

UBS Conceição: Rua Bororos, 80 – Vila Conceição.

UBS Eldorado: Avenida Nossa Senhora dos Navegantes, 288 – Jardim Eldorado.

UBS Inamar: Rua José Vicente, 122 – Jardim Inamar.

UBS Nações: Rua Itália, 249 – Jardim das Nações.

UBS Nova Conquista: Avenida Presidente Juscelino, 759 – Vila São José.

UBS Nogueira: Rua Sebastião F. Tourinho, 285 – Vila Nogueira.

UBS Paineiras: Rua Javari, 635 – Jardim Paineiras.

UBS Paulina: Avenida Afrânio Peixoto, 351 – Vila Paulina.

UBS Piraporinha: Praça Rui Barbosa, 27 – Piraporinha.

UBS Real: Rua Odete Amaral de Oliveira, 129 – Parque Real (antiga Rua do Tanque).

UBS Reid: Rua Serra do Maracujá, 49 – Parque Reid.

UBS Ruyce: Avenida Eldorado, 885 – Jardim Ruyce.

UBS São José: Rua Barão de Iguape, 315 – Vila São José.

UBS Serraria: Avenida Lico Maia, 803 – Serraria.

UBS Casa Grande: Rua Mem de Sá, 280.

UBS Maria Tereza: Rua Epícea com a Av. Sinésio Pereira.

UBS Promissão: Rua Prudente de Moraes, 300 – Jardim Promissão.

Fonte: Prefeitura de Diadema