Dia dos Professores | Primeira deputada negra do Brasil foi a criadora da data, em 1948

Além disso, ela foi uma das grandes lutadoras pela igualdade racial e direitos das mulheres.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O Dia do Professor passou a ser celebrado em todo o Brasil, no dia 15 de outubro de 1963. Porém a data já era comemorada em Santa Catarina desde 1948, graças a Antonieta de Barros, filha de uma ex-escrava, professora por formação e a primeira mulher negra a ser eleita deputada no país. Além disso, ela foi uma das grandes lutadoras pela igualdade racial e direitos das mulheres.

Ela apresentou à Assembleia Legislativa catarinense o projeto de lei que criava o feriado, mas somente 15 anos depois que foi oficializada em todo o Brasil, após a assinatura de um decreto do presidente João Goulart.

Nascida em Florianópolis, em 1901, Antonieta de Barros trabalhou como jornalista, sendo fundadora do periódico A Semana, que circulou entre 1922 e 1927. Por meio de suas crônicas, divulgava ideias ligadas às questões da educação, dos desmandos políticos, da condição feminina e do preconceito.  

Em 1934, na primeira vez em que as mulheres brasileiras puderam votar e se candidatar, filiou-se ao Partido Liberal Catarinense, elegendo-se deputada estadual. Em 1947, após o fim da ditadura Vargas, ela se elegeu deputada novamente, desta vez pelo Partido Social Democrático, cumprindo o mandato até 1951. Antonieta nunca deixou de exercer o magistério. Ela dirigiu a escola que levava seu nome até morrer, em 1952.  

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.