Roberto Pires, colecionador especialista no tema “Países” - Foto: Divulgação

Dia do Filatelista e as celebrações do Bicentenário da Independência

A data celebra o dia desse estudioso da arte de colecionar selos
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Este ano, as comemorações para o Dia do Filatelista, em 5 de março, têm um motivo especial aos colecionadores de selo que ilustram fatos importantes da História. Além da programação anual com os mais diversos temas e motivos, os Correios pretendem lançar algumas notáveis peças que irão retratar o Bicentenário da Independência do Brasil. Selos que certamente deverão compor o acervo dos filatelistas mais atentos e exigentes.

A data celebra o dia desse estudioso da arte de colecionar selos, o que significa muito mais que guardar ou admirar estampas. Por meio dos selos, é possível ter acesso a diferentes culturas e saberes, de uma forma singular e original, sendo ainda uma alternativa de diversão e entretenimento. É um hábito que agrega colecionadores de todas as idades e predileções.

É o que conta a estudante de 15 anos, Beatriz Vasconcellos Espindola, que começou a colecionar aos nove anos. “A filatelia te desafia desde o início. Desde descobrir e delimitar seu tema; te desafia a descobrir outros selos, a encontrar novos materiais; te desafia a conhecer e se aprofundar mais e mais no seu tema. Não é fácil, montar uma coleção dá muito trabalho, mas o resultado é maravilhoso”, comenta a jovem colecionadora.

No Brasil, celebra-se o Dia do Filatelista há 53 anos e, atualmente, já é o hobby de mais de 40 milhões de pessoas em todo o mundo.

Coleção por temas – Dentre os lançamentos agendados pelos Correios para 2022, destaca-se a série “Brasil, 200 anos de Independência”, que, desde 2017, apresenta peças filatélicas que relembram fatos importantes que antecederam esse marco histórico nacional. Idealizada em parceria com a Câmara dos Deputados, fazem parte da séries os seguintes selos: “A chegada de Maria Leopoldina ao Brasil”, “A aclamação de D. João VI”, “O Retorno de José Bonifácio ao Brasil”, “A Revolução Constitucionalista” e “O Brasil nas cortes de Lisboa”. No próximo dia 7 de setembro, o sexto e último selo será lançado, finalizando a série.

Outros lançamentos alusivos à data também estão programados para ocorrer este ano. Como, por exemplo, as emissões especiais e comemorativas que serão lançadas para retratar a participação dos Correios no contexto da Independência; para lembrar os movimentos populares desencadeados na época e as personalidades que tiveram atuação decisiva para a emancipação do País.

Roberto Pires, colecionador especialista no tema “Países”, está animado com as novas peças que poderão compor sua coleção. “Os eventos históricos são celebrados anualmente, mas, a cada 50 anos, essas celebrações se agigantam. Vira uma grande festa. É o cinquentenário, centenário, bicentenário… é um grande momento! Para muitos filatelistas, coleções desses anos são muito importantes”, comenta. Na página dos Correios no YouTube, é possível conhecer um pouco mais sobre a rica coleção de Roberto e outros vídeos que mostram como esse hobby ganha novos adeptos a cada dia.

A Arte, História, Cultura, Ciência, Personalidades, instituições e toda e qualquer manifestação social e humana podem ser eternizadas por meio de selos. Os Correios agradecem e parabenizam os filatelistas pelo seu dia, por desempenharem uma função tão importante para perpetuação da memória postal e para preservação da cultura.

Mais informações também podem ser acessadas no Blog da Filatelia e no Blog dos Correios. Para adquirir selos, cartões postais e outros produtos filatélicos, basta acessar a loja virtual ou se dirigir às principais agências dos Correios.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.