Reprodução da internet

Dia das Crianças: 39,7% do preço de um brinquedo é de impostos, informa Associação Comercial de SP

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Mesmo com as novidades tecnológicas, tradicionais brinquedos como bonecas e carrinhos continuam a ter grande procura no Dia das Crianças. Mas quando o consumidor compra um brinquedo de R$ 50, por exemplo, paga R$ 19,85 só de tributos, ou seja, 39,7% do preço final, de acordo com ranking da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

A tributação de outros produtos que vendem bastante na época pode passar de 50%, como jogos e consoles de videogame (72,18%), tênis importados (58,59%), patins (52,78%), skate (52,78%) e patinete (52,78%), que estão no topo da lista. Já uma simples bola de futebol carrega consigo 48,49% de impostos.

“A taxação sobre os produtos que consumimos no Brasil é muito alta, é de primeiro mundo, mas o retorno disso não tem nada de primeiro mundo, já que os serviços públicos ― de educação, saúde, segurança ― deixam muito a desejar. Por isso, não podemos admitir que os eleitos nas eleições de outubro cogitem aumentar tributos; precisamos exigir que melhorem a gestão do gasto público”, comenta Alencar Burti, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).

Os produtos menos prejudicados pela carga tributária são livro (15,52%) e ingresso de teatro ou cinema (20,85%). Eletrônicos como notebooks e computadores, por serem isentos de IPI, também estão na parte de baixo do ranking, com tributação de 24,3%. Já as roupas têm 34,67%.

“Manter baixa a taxação sobre livros e ingressos é importante para estimular a educação e a cultura, mas é imprescindível investir na construção de escolas e na valorização dos professores”, diz Burti.

O cálculo das cargas tributárias foi feito pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT). Veja abaixo o ranking completo.

 

Crédito da foto: Reprodução da internet

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.