Foto: Reprodução

Dezembro Vermelho: Campanha Nacional de Prevenção ao HIV/Aids e Outras Infecções Sexualmente Transmissíveis é aberta pela Prefeitura

A campanha vida a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Duzentos e vinte testes para HIV, sífilis, hepatite B e hepatite C foram realizados pelas equipes da Área Técnica de IST/AIDS, no primeiro dia da Campanha Dezembro Vermelho, de enfrentamento ao vírus HIV, a Aids e outras ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis). O primeiro dia da mobilização realizada pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, aconteceu na Praça da Inconfidência. A programação se estende até o fim do mês.

Os testes foram realizados por 55 pessoas que passaram pelo local, onde também aconteceu a distribuição de preservativos masculinos e material informativo. “São ações importantes que contribuem para a detecção precoce das doenças e, consequentemente, para o início do tratamento. Estando em praça pública, que são pontos estratégicos, é mais fácil chegarmos ao nosso público-alvo”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Na programação, de acordo com o secretário de Saúde, Marcus Curvelo, estão incluídas palestras, mobilizações em associações de moradores com as equipes dos Postos de Saúde das comunidades, assim como um cine debate, após a exibição do filme “Carta Além dos Muros”, marcado para o dia 16 de dezembro, no auditório do DIP, na Rua Paulino Afonso.

“Em Petrópolis, de acordo com dados do Departamento de Vigilância Epidemiológica, foram diagnosticados 92 casos de HIV em 2021. Já até o fim de novembro de 2022, foram 42 novas confirmações. O perfil das pessoas diagnosticadas é predominantemente formado por homens. Enquanto no ano passado a faixa etária predominante ficou entre os 20 e 30 anos, em 2022 foi de 31 aos 40 anos”, explica Marcus Curvelo.

O serviço de testagem é oferecido por demanda espontânea na Área Técnica de IST/AIDS, na Rua Paulino Afonso, 455, centro, onde também é realizado o acompanhamento das pessoas diagnosticadas com o vírus. Os atendimentos acontecem de segunda a sexta-feira de 8h às 16h30 e na quinta-feira o horário é estendido até às 19h30. As unidades de atenção básica também oferecem testes rápidos para HIV e outras IST na rotina.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.