Dez alunos da Academia da Saúde são medalhistas em torneio em Teresópolis Grupo formado por alunos de 10 a 13 anos concorreram pela primeira vez em torneio de Jiu-Jitsu fora do município

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Superando todas as expectativas, dez dos onze alunos de Jiu-Jitsu da Academia da Saúde do Castelo São Manoel saíram medalhistas de um torneio realizado no domingo (14.01) no Ginásio Municipal de Teresópolis. O Campeonato compôs uma ação social onde foram reunidos atletas mirins de várias cidades da Região Serrana. Petrópolis mais uma vez fez bonito com duas medalhas de ouro, cinco de prata e três de bronze.

A proposta da prefeitura é oferecer uma atividade de lazer para as crianças, incentivá-las a terem hábitos mais saudáveis e principalmente estimular o comprometimento com o esporte, disciplina e espírito esportivo, uma vez que nem sempre eles sairão vitoriosos de um torneio.

“É um resultado muito positivo não só para todas as crianças e seus familiares, mas para a comunidade do Castelo. Esperamos com essa iniciativa ampliar o número de inscritos nas aulas e assim inserir a comunidade dentro da academia e das iniciativas do posto localizado no mesmo terreno. Aos poucos vamos conquistando novos usuários e proporcionando uma perspectiva de futuro no esporte”, avalia a superintendente de Atenção à Saúde, Fabiola Heck.

A camareira Josilaine Frutuoso, moradora do Castelo São Manoel, é mãe do pequeno Miguel Artur de 5 anos que mesmo com a pouca idade também já é um medalhista de ouro.

“A minha maior alegria é vê-lo assim tão feliz vindo para as aulas e ainda mais voltando com uma medalha no peito. Enquanto ele está aqui, ele não está nas ruas e isso me faz levantar todo dia de manhã mais tranquila para trabalhar”, afirma.

O professor da academia, José Roberto Lopes é morador do Castelo São Manoel há 50 anos e reforça a esperança de trazer para academia novos alunos neste ano. Atualmente há 17 alunos e mesmo os que não puderam competir, todos foram ao campeonato para torcer pelos amigos.

“Apenas uma criança não voltou com medalha e o que eu disse a ela foi que naquele momento ela não havia perdido, mas que papai do céu havia adiado a vitória dela. E é assim que trabalhamos, os que ganharam nós comemoramos juntos e eles deram apoio a quem perdeu. Moro no Castelo há 50 anos e quero ver grande parte das crianças aqui pois dando mais qualidade de vida a eles, essas crianças se tornarão adulto melhores”, disse.

Buscando dar o exemplo ao sobrinho Erick Frutuoso de 12 anos, Daniela Frutuoso se matriculou na academia para que ele também participasse das aulas de Jiu Jitsus. Hoje ele é um dos maiores medalhistas da academia e com grandes chances de ter futuro no esporte.

“Ele mora comigo e é um orgulho muito grande vê-lo se dedicar tanto ao esporte e sair campeão das lutas. Eu treino junto com ele para incentivar, mas hoje ele tem muito foco no esporte. Eu espero que ele e o irmão mais novo Miguel, que também já é um medalhista cresçam com o foco no esporte e num futuro de vitórias”, disse.

A coordenadora do programa Academia da Saúde, Márcia Verônica Ferreira reitera que as crianças que desejarem participar das aulas da academia, os pais só precisam levar o cartão do SUS e o nome da criança para realizar a inscrição.

“As inscrições ocorrem diariamente de 8 às 17h com diversas aulas para toda família. Esperamos ter um cronograma variado neste ano com aulas para todos os gostos – dança, luta, atividades físicas, entre outras. Os pais podem inscrever as crianças o esporte é fundamental para ensinar as crianças os conceitos da vida que são os limites, respeito ao próximo, disciplina e trabalhar em equipe”, informa.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.