A Viação Cascatinha informa que os ônibus das linhas 518 e 530, que atendem a Rua Atílio Marotti, estão parando na entrada da rua desde as 16h de quinta-feira (22), quando um trecho da rua foi interditado pela Defesa Civil para passagem de veículos pesados. Segundo a empresa, devido aos riscos da rua ceder, não há previsão para que os ônibus voltem a circular na região.

Os ônibus da linha 511 (Boa Vista) estão fazendo o ponto final 100 metros antes, próximo a quadra, por causa de uma tubulação que estourou na localidade do Boa Vista. A empresa aguarda o reparo da via para voltar a operar até o ponto final.

A Petro Ita informou que os ônibus das linhas 405 (Getúlio Vargas) e 425 (Venezuela), que estavam operando pela Rua Colômbia na quinta (22), voltaram a passar pela Rua Uruguai na manhã desta sexta-feira (23).

Já a Cidade Real informou que desde sábado (17) os ônibus da linha 116 (Dias de Oliveira) estão parando no antigo ponto final devido à queda de uma barreira. A empresa disse que já comunicou a CPTrans e a Secretaria de Obras.

A interdição de parte da rua principal do Bairro Esperança, que está cedendo, também alterou os itinerários das linhas 323 (Ponte de Ferro) e 306 (Bairro Esperança), segundo informou a Cidade das Hortênsias.

De acordo com a empresa, a linha 323 não está atendendo a Ponte de Ferro, nem passando pelo Quissamã, desde a tarde de quarta-feira (21). De acordo com a empresa, os ônibus estão indo pela Rua Silva Jardim e parando no mercadinho do Meira, que fica na Rua Brigadeiro Castrioto. Antes, ela fazia o itinerário saindo do Centro, seguindo pelo Bairro Esperança, Ponte de Ferro e Quissamã.

A linha 306 também não está atendendo o Bairro Esperança. Os ônibus estão saindo do Centro, seguindo pela Rua Silva Jardim, descendo o Quissamã e parando na Ponte de Ferro. Antes, eles desciam o Quissamã, passando pela Ponte de Ferro e pelo Bairro Esperança.

Fonte: Setranspetro