Desembargadora suspende decisão que anulou condenação de Bomtempo

A suspensão da decisão faz Bomtempo ter seus direitos políticos suspensos novamente.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A decisão da juíza Cláudia Wider, da 4ª Vara Cível de Petrópolis, que anulava a condenação de Rubens Bomtempo (PSB) por improbidade administrativa foi anulada pela desembargadora Daniela Brandão Ferreira, da 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro.

A suspensão da decisão faz Bomtempo ter seus direitos políticos suspensos novamente.

Na decisão, Daniela Brandão afirma que a decisão de Cláudia Wider foi inconstitucional. A anulação da decisão foi um pedido do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro.

No julgamento ocorrido na noite de terça-feira (3), o ministro Alexandre de Moraes pediu mais tempo para analisar o processo, já que a anulação da condenação era um fato novo.

Em nota, a assessoria de Rubens Bomtempo afirmou que o atual Deputado Estadual “segue confiando que a Justiça reconhecerá seu direito de assumir o cargo de prefeito de Petrópolis”.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.