Foto: Divulgação/Alerj

Deputado Yuri cobra ao governador o pagamento do Supera RJ

Em cinco dias, o abaixo assinado feito pelo deputado já ultrapassou 2400 assinaturas. 
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Famílias que dependem do dinheiro do Supera RJ, auxílio emergencial estadual, estão sem saber quando e se vão continuar recebendo. O governo do estado informou que está com problemas no processamento de dados e, consequentemente, no pagamento do benefício. Entretanto, a previsão de pagamento é apenas para o dia 19, quarta da semana que vem. O deputado Yuri (PSol) lançou um abaixo assinado para pressionar o governador Cláudio Castro a regularizar o pagamento. Em cinco dias, o abaixo assinado já ultrapassou 2400 assinaturas. 

O parlamentar, que falou sobre o tema em sessão plenária da Alerj na última semana, vai apresentar um projeto de lei para ampliar a elegibilidade do Supera RJ garantindo que as famílias que recebem outros benefícios, como o Bolsa Família, não sejam cortadas do programa, além de obrigar o governo a divulgar um calendário de pagamentos. “É uma covardia o que o governador está fazendo com pais e mães que contavam com esse dinheiro. É um direito dessas pessoas e vamos lutar para que seja cumprido”, disse. 

Yuri lembrou ainda que a gestão do programa enfrenta problemas de organização e denúncias de irregularidades. Segundo relatório do Tribunal de Contas do Estado, ao menos 54 funcionários do alto escalão do Governo do Estado receberam o benefício do Supera RJ e 32 pessoas com registros de óbito tinham cadastro ativo no programa e, em alguns casos, os cartões foram retirados pessoalmente. 

“Durante o período eleitoral o governador distribuiu milhares de cartões do programa pelo estado e não se preocupou em organizar o Supera RJ, com um calendário transparente de pagamentos e uma canal de comunicação efetivo às famílias. Nem mesmo as secretarias municipais ao redor do estado recebem informações concretas. Um absurdo”.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.