Definido o regulamento e a fórmula de disputa das modalidades do Jeups

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Com as modalidades coletivas acontecendo em duas fases e as individuais em chave única, a prefeitura apresentou o regulamento e a fórmula de disputa dos Jogos Unificados de Petrópolis (Jeups) nesta quarta-feira (27.02) no Centro de Cultura Raul de Leoni. O encontro reuniu representantes de 32 escolas no debate do formato da competição neste ano, que acontece entre os meses de maio e outubro. A principal novidade será que as instituições de ensino podem inscrever um mesmo atleta para três esportes em equipe nas categorias sub-15 e 18. A mudança atende a um pedido dos colégios menores, que contam com menos alunos. O projeto Selecionados Jeups também foi divulgado.

Serão nove modalidades na competição neste ano, sendo cinco coletivas: basquete, futebol de campo, futsal, handebol e vôlei; e quatro individuais: tênis de mesa, xadrez, judô e atletismo. As escolas podem se inscrever entre os dias 11 de março e 4 de abril no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). O objetivo é estimular que cada vez mais crianças e adolescentes participem do torneio – no ano passado, mais de dois mil jovens disputaram o Jeups.

“Desde o início da nossa gestão, abrimos espaço para que todas as escolas possam opinar e contribuir na organização dos jogos. Precisamos estimular que os jovens da nossa cidade participem dos Jogos Estudantis, promovendo mais saúde e bem-estar desde a infância”, explica o prefeito Bernardo Rossi.

No ano passado, o Jeups igualou o número recorde de escolas participantes, que é de 2002: 44 instituições. Os jogos proporcionaram para os estudantes 295 horas de atividades físicas em 895 partidas nas modalidades coletivas. Para 2019, a prefeitura quer mais alunos e colégios participando da atividade.

“Além da participação nos jogos, acontecem também os treinamentos, feitos no contra turno da escola. São atividades importantes, além da sala de aula, que contribuem com o lazer dos alunos. O Jeups promove mais saúde e qualidade de vida, além de contribuir na interação dos estudantes”, pontua Leandro Kronemberger, superintendente de Esportes e Lazer, explicando também que em abril serão definidas as tabelas das modalidades.

Ana Carolina Kapler Ferreira, treinadora do Colégio Alaor, participou do debate e destacou a oportunidade dos professores conversarem sobre o regulamento de cada modalidade. Ela garante que, dessa maneira, todos que participam concordam com a fórmula de disputa do torneio.

“Todos que participaram querem que, cada vez mais, os jovens se interessem em praticar alguma atividade física. Essa é uma oportunidade de discutirmos maneiras de melhorarmos a competição de forma que mais alunos estejam inseridos. Acredito que o Jeups é uma ferramenta importante do fomento ao esporte na cidade”, disse Ana Carolina.

Selecionados Jeups

Outra novidade para este ano é o projeto Selecionados Jeups. Serão formadas seleções com os principais atletas das categorias sub-15 e 18 no basquete, handebol, vôlei e futsal (apenas no feminino, já que no masculino a Liga Petropolitana de Desportos representa a cidade). A ideia é que essas equipes disputem competições regionais e estaduais levando o nome de Petrópolis, como forma de incentivar a participação dos jovens no Jeups.

“Toda forma de entusiasmar os nossos alunos no esporte é importante. Acreditamos que dessa maneira eles estejam mais animados em participar, já que abre a possibilidade de disputarem competições em todo o Estado”, explicou Leandro.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.