Defesa Civil registra sete ocorrências em Petrópolis durante a chuva

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Nenhuma das 20 sirenes instaladas em 12 localidades precisou ser acionada

Com 44 milímetros de chuva em menos de uma hora na região do Centro, a Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias registrou sete ocorrências no início da noite desta quinta-feira (03.01) – sem vítimas fatais. Um deslizamento de terra atingiu uma construção na Rua Augusto da Silva, na Comunidade do Florido, na Estrada da Saudade. O imóvel abriga quatro famílias –  nove adultos e sete crianças, que não se feriram. A barreira derrubou a parede da cozinha e as duas pessoas que estavam no cômodo no momento da queda – que não residem na casa – foram encaminhadas para Hospital Municipal Nelson de Sá Earp, com ferimentos nas pernas. O imóvel foi interditado e os 16 moradores do local foram orientados a permanecer na casa de parentes até que uma nova avaliação dos técnicos da Defesa Civil aconteça nesta sexta (04.01).

Uma outra casa foi interditada pela Defesa Civil após uma queda de barreira nos fundos do imóvel, na Estrada Mineira em Corrêas. A moradora buscou abrigo na casa de parentes. Outros deslizamentos de terra aconteceram na Rua Bingen, na Vila Catarina e  no Morro Seco no Bela Vista – Itamarati – todos sem vítimas. No Atilio Marotti também foi registrado um deslizamento,  sem interdição do local.

Apesar da intensidade da chuva, nenhuma das 20 sirenes instaladas em 12 localidades precisou ser acionada.

A Defesa Civil registrou ainda queda de árvores na Avenida Barão do Rio Branco, na altura da Moageira e no Alto Pegado em Secretário. Os agentes registraram também alagamentos nas ruas Caldas Viana, Alfredo Pachá e na Montecaseros, Corrêas além da Avenida Ipiranga.

Por causa da previsão de mais chuva nos próximos dias, todos os 55 agentes da Defesa Civil trabalham em estágio de atenção e permanecem de prontidão para realizarem os atendimentos.

Em caso de qualquer sinal de instabilidade no imóvel ou terreno, o morador deve ligar para o telefone 199 e pedir uma vistoria preventiva à Defesa Civil. A ligação e o serviço são gratuitos.

Fonte: Prefeitura de Petrópolis

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.