A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias atendeu na noite de segunda-feira (25.12) duas ocorrências ocasionadas pela forte chuva que atingiu a cidade. A primeira foi a queda de um muro em Cascatinha – Boa Vista e a outra, um deslizamento de terras na Barão do Rio Branco. Não houve vítimas nas ocorrências, no entanto, como medida preventiva, foi realizada a evacuação dos moradores de uma casa, que foi interditada.

A queda de um muro em Cascatinha causou a obstrução parcial da via e danos a um carro. A Comdep foi mobilizada para fazer a limpeza e desobstrução da via. Já na Barão do Rio Branco, um deslizamento ocasionou a queda da parede frontal de uma casa. As duas moradoras do imóvel estão na casa de parentes.

Três sirenes foram acionadas no início da madrugada no Vila Felipe, Dr Thouzet e João Xavier. O maior índice pluviométrico acumulado nas últimas 24 horas foi registrado na Rua João Xavier, no Bingen: 38.4 milímetros. Índices altos também foram registrados no Dr. Dr. Thouzet (37.8 milímetros), Rua Nova, na 24 de Maio (29.4 milímetros), e Vila Felipe (27 milímetros).

A Defesa Civil permanece em estágio de atenção uma vez que existe a previsão de chuva para esta semana. O órgão municipal orienta a população a ter atenção, caso a chuva seja permanente, em função dos acumulados que deixam o solo encharcado.

A orientação da Defesa Civil é para que a população que vive em uma área de risco tenha atenção redobrada. “Em caso de chuvas fortes, em que haja o acionamento das sirenes, os moradores devem sair de suas casas e se encaminhar para o ponto de apoio mais próximo”, explica o secretário de Defesa Civil, Paulo Renato Vaz, lembrando que os moradores devem ligar para o 199 e informar à Defesa Civil caso haja alguma ocorrência. “Esta medida deve ser adotada em caso de deslizamento de terra, inundações ou alagamento”, pontua. O mesmo procedimento deve ser seguido se o morador perceber qualquer sinal de instabilidade no terreno ou no imóvel, como por exemplo o aparecimento de rachaduras nas paredes.“Nossas equipes estão de plantão 24h para atender aos chamados”, afirma o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz. A ligação para o 199 e os serviços de vistoria são gratuitos.