Defesa Civil reforça apoio para a prevenção e combate a incêndios nesses dias de baixa umidade relativa do ar

Em um espaço de quatro dias, foram registrados sete casos de fogo em vegetação em Petrópolis.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

O período de baixa umidade relativa do ar que tem afetado as condições do tempo no município desde a última sexta-feira (20), se mantém até a próxima quinta (26), com a possibilidade de atingir valores abaixo de 40%. A situação é motivo de maior incidência de incêndios florestais e com isso, reforça as ações de prevenção e combate por parte dos órgãos competentes. Em um espaço de quatro dias, foram registrados sete casos de fogo em vegetação em Petrópolis. A Prefeitura tem atuado em apoio ao Corpo de Bombeiros e demais órgãos ambientais a partir da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias, que destaca equipes para o suporte às ocorrências.

“Nossas equipes atuam de forma integrada para o apoio ao combate aos incêndios, mas principalmente, intensificamos as orientações para que a população também faça a sua parte, colaborando com condutas que podem evitar ocorrências”, destacou o prefeito interino Hingo Hammes. A todo o momento, a Defesa Civil chama a atenção para cuidados como: não queimar lixo, não soltar balões, não jogar guimba de cigarro acesa principalmente em áreas próximas a vegetação.

De acordo com o aviso emito pela Defesa Civil no início da tarde desta terça-feira (24), o risco de incêndio florestal se mantém alto na cidade. Para amanhã (25) ainda há a previsão de aumento da intensidade do vento, causado pelo posicionamento de um sistema de alta pressão sobre o oceano. A situação favorecerá a ocorrência de rajadas de vento moderado a forte no município. Com essas condições, a Defesa Civil orienta para a possibilidade ainda maior de incêndios florestais, que podem ser de difícil controle pelos órgãos competentes, além da possibilidade de destelhamento de edificações e quedas de árvores. A previsão é que o tempo comece a mudar somente a partir de quinta-feira (26), com a proximidade de uma frente fria que atinge o Rio de Janeiro.

Até lá, as equipes da Defesa Civil manterão o apoio a ocorrências. “Nessa semana especialmente, a Defesa Civil vem redobrando a atenção. Fizemos um reforço na equipe operacional para oferecer atendimento específico nas ações de incêndio florestal, em apoio ao Corpo de Bombeiros e demais órgãos. É importante ressaltar o alerta para que a população não queime lixo e não solte balões. Em função da baixa umidade relativa do ar e das altas temperaturas, o combate é muito dificultado, principalmente em locais de difícil acesso”, pontua o secretário de Defesa Civil, o tenente coronel, Gil Kempers, que reforça ainda: “Ainda temos a previsão do aumento da intensidade do vento para esta quarta-feira (25), o que em uma ocorrência, pode dificultar a ação de combate ao incêndio e aumentar a propagação do fogo. Assim, é muito importante que a população também colabore”.

Nos avisos emitidos pela Defesa Civil também são destacados cuidados que a população precisa ter com a saúde em dias mais secos, como: não praticar atividade física ao ar livre entre 11h e 15h; permanecer em locais protegidos do sol; aumentar o consumo de água; e manter os ambientes umidificados. Ao identificar focos de incêndio em vegetação, as equipes de atendimento devem ser chamadas pelos 193 (Corpo de Bombeiros) e 199 (Defesa Civil).

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.