Defesa Civil do Estado amplia serviço de alerta de riscos de desastres

População poderá receber informes meteorológicos, hidrológicos e geológicos por Whatsapp e Telegram.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A Secretaria de Estado de Defesa Civil (Sedec-RJ) vai ampliar o serviço de alerta de risco de desastres por mensagem de celular. A partir desta quinta-feira (03), avisos e informativos meteorológicos, hidrológicos e geológicos também serão divulgados gratuitamente para a população via Whatsapp e Telegram. O Rio de Janeiro é pioneiro em ferramenta de prevenção. Em 2014, o governo estadual implantou este tipo de comunicação via SMS e, agora, inova por meio de aplicativos de mensagem instantânea.

De acordo com o secretário de Estado de Defesa Civil, coronel Leandro Monteiro, os novos canais serão complementares às informações já enviadas atualmente.  

“A iniciativa tem como objetivo aumentar a cobertura dos anúncios. Hoje, contamos com 1,4 milhão de cadastros no SMS. Quanto mais pessoas alcançadas, maior e mais rápida é a resposta a fim de evitar tragédias”, explicou o oficial. 

Cadastramento gratuito:

Whatsapp: Basta enviar uma mensagem para (21) 98596-9152 e seguir as instruções.

Telegram: A adesão é feita por meio do link: t.me/monitoramentocemadenrj

Já no primeiro contato, o cidadão receberá uma resposta automática solicitando o registro de dados básicos, como nome, telefone e município. As informações são importantes para personalizar os alertas, que serão enviados de acordo com a região de interesse/residência – explicou o diretor do Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden-RJ), tenente-coronel Anthony Barreda.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Faetec: inscrição está aberta para profissional bolsista e outros cursos

Os interessados em realizar um curso profissionalizante podem se candidatar ao edital Qualificação Profissional (voltado para quem possui, no mínimo, Ensino Fundamental incompleto), ou ao edital de Técnico de Nível Médio (destinado para quem está no ato da matrícula cursando o segundo ou terceiro ano do Ensino Médio).

Comentários estão fechados.