Por Gabrielly Costa

A Defesa Civil de São Pedro da Aldeia se despede de 2017 como uma das coordenadorias mais atuantes na gestão de riscos de desastre. Buscando tornar a comunidade aldeense mais resiliente, a Divisão capacitou 480 voluntários, elaborou 37 projetos de prevenção e preparação e realizou 1.895 atendimentos em projetos sociais. Dentre as realizações do ano, são destaques os projetos Defesinha e Comunidades Preparadas, além da adesão à campanha mundial “Construindo Cidades Resilientes: Minha cidade está se preparando” da Organização das Nações Unidas.

O Prefeito Cláudio Chumbinho falou sobre o trabalho. “É com muita alegria e satisfação que acompanho as atividades da Defesa Civil. Nossos agentes estão de parabéns por todo o trabalho realizado. Agradeço a dedicação de todos os envolvidos, desde os voluntários até os parceiros. Tenho certeza que o órgão continuará sendo destaque na região por suas ações em 2018”, declarou.

Simulado de Explosão e Incêndio – Crédito da foto: Jefferson Viana

A primeira grande ação do ano ficou por conta do Projeto Defesinha, que atendeu 140 crianças, entre 4 e 14 anos, com o objetivo de transmitir conhecimentos básicos de prevenção e preparação em caso de acidentes. O sucesso da colônia educativa foi tamanho que as 200 vagas para a edição Verão 2018, entre crianças e monitores, se esgotaram em uma manhã.

O secretário de Segurança e Ordem Pública, Edmilson Bittencourt, destacou que o trabalho irá continuar com muita dedicação e responsabilidade. “Ao longo de 2017, acompanhei todas as ações realizadas no município pela nossa Coordenadoria de Defesa Civil e fico muito feliz de chegar ao fim do ano sabendo que, dentre todas as Divisões da região, a nossa foi a que mais se destacou. O ano de 2018 vai começar com o grande Projeto Defesinha, tão esperado pelas crianças e famílias aldeenses, que deixa um marco na vida de cada participante”, afirmou.

Já o Projeto Comunidades Preparadas, realizado em parceria com o Portal Defesa Civil, capacitou 168 moradores de diversos bairros. A iniciativa tem como objetivo envolver a comunidade no processo de construção de um ambiente favorável e resiliente. Os agentes de Defesa Civil aldeenses também participaram de ações da área da Saúde, como os Dias D de Vacinação contra a Gripe e contra a Febre Amarela, além da Campanha de Multivacinação.

Simulado de Explosão e Incêndio – Crédito da foto: Jefferson Viana

Coordenador da Divisão aldeense, Marcus Dothavio agradeceu todo o apoio que o órgão recebeu durante o ano. “Sou extremamente grato a todos que estiveram ao meu lado nessa caminhada, perseverando e lutando diante dos desafios que encontramos. Agradeço imensamente ao Prefeito Cláudio Chumbinho e a todos os secretários que estiveram juntos em nossas ações, à filial aldeense da Cruz Vermelha Brasileira, Femamspa, ao Portal Defesa Civil, as empresas que nos apoiaram em vários eventos e aos agentes e voluntários”, salientou.

As atividades do órgão envolveram ainda a realização da “Tenda da Prevenção” nas Igrejas Metodistas dos bairros Fluminense e Rua do Fogo e dentro de um projeto de inclusão social por meio de esportes de aventura, na Praia do Balneário, em parceria com a Secretaria de Educação.  Também em parceria com a Educação, a Defesa Civil promoveu uma palestra de prevenção contra sufocamento, engasgamento e acidentes domiciliares na Creche Municipal Comunitária Dona Chica, no Morro do Milagre.

Dentre outras ações, é válido destacar a realização do 1º Seminário Integrado de Órgãos de Respostas em junho deste ano; o treinamento de 63 socorristas voluntários por meio do 1º Curso de Socorrista em Situação de Desastres; o serviço de monitoramento do tempo, que garante ações preventivas e preparatórias em caso de adversidades; a realização de palestra no Degase, campanhas de solidariedade e apoio a projetos sociais. Também em 2017, a Divisão aldeense foi escolhida pela Defesa Civil Estadual para sediar a reunião regional das Baixadas Litorâneas.

Para 2018, a Defesa Civil de São Pedro da Aldeia dará continuidade aos projetos Defesinha e Comunidades Preparadas e pretende iniciar o projeto Educadores Preparados, que visa capacitar professores e equipes de apoio para atuarem em situações adversas dentro do ambiente escolar.

Fonte: Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia