Foto: Arquivo Pessoal

Defesa Civil de Petrópolis deixou de prestar serviço em áreas afetadas pela tragédia, alegam moradores

Segundo moradores, equipes da Defesa Civil não foram em locais que podem apresentar extremo risco aos habitantes.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Após os dois temporais que ocorreram na cidade de Petrópolis, um no dia 15 de fevereiro e outro no dia 20 de março, muitas localidades do município foram afetadas. Apesar disso, segundo moradores, equipes da Defesa Civil não foram em locais que podem apresentar extremo risco aos habitantes.

Um dos casos trata-se da Rua Otto Reymarrus, localizada no bairro Lopes Trovão. Na localidade, populares afirmam que houve um deslizamento no final da rua, causando instabilidade e aflição dos moradores. Além deste deslizamento, moradores alegam que outra barreira ameaça cair na região, podendo colocar em risco a vida dos moradores e podendo atingir mais de 70 casas. Este inclusive foi mais um caso em que a população tentou entrar em contato com a Prefeitura de Petrópolis e não conseguiu.

Uma outra situação parecida, ocorre na Av. Marciano Magalhães, no bairro Morin, mais precisamente na servidão 520. Onde uma barreira caiu nas chuvas do dia 15 de fevereiro e pedras rolaram no dia 20 de março. Populares da localidade afirmam que nenhuma equipe da Defesa Civil foi até o local em nenhuma das duas vezes, os moradores necessitam da informação se o local é seguro ou não para saber se devem ou não sair de suas casas. Mais uma vez, os populares tentaram entrar em contato com a Prefeitura e não obtiveram êxito.

Nossa equipe entrou em contato com a Prefeitura de Petrópolis, mas não teve resposta.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.