Defensoria Pública pede que mais de 8,7 mil cestas básicas doadas à Petrópolis, sejam distribuídas

Os alimentos devem ser entregues aos 23 abrigos espalhados pelo município.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Após denúncia feita pela CNN Brasil de que cerca de 8.750 cestas básicas doadas pelo Ministério da Cidadania à Petrópolis, não haviam sido recolhidas pelo município, a Defensoria Pública do estado do Rio de Janeiro recomendou, na tarde dessa terça-feira (22), que a secretaria municipal de Assistência Social faça a distribuição em 24 horas.

Os alimentos estão armazenados em um galpão em Mesquita e devem ser entregues aos 23 abrigos espalhados pela cidade. As doações foram disponibilizadas pelo ministério, depois de um pedido do prefeito Rubens Bomtempo (PSB), em 16 de fevereiro, dia seguinte ao temporal.

De acordo com a CNN, o repasse havia sido feito também para outras cidades prejudicadas pelas chuvas. Das 20 mil cestas, mais da metade teria sido encaminhada para Petrópolis, que foi o único município que não as recolheu.

Em um período de pouco mais de um mês, dois temporais causaram a morte de 240 pessoas em Petrópolis e deixaram milhares de desabrigados. Segundo a CNN, a Prefeitura Municipal não respondeu ao contato feito pelo portal.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.