Créditos: REUTERS/Hannah Mckay

De Bruyne, Kanté e Jorginho são eleitos ao prêmio de melhor jogador da UEFA

Esta é a primeira vez em 11 anos que a lista inclui apenas jogadores de meio-campo.
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

A UEFA anunciou nesta quinta-feira (19) que Kevin de Bruyne, do Manchester City, N’Golo Kante e Jorginho, do Chelsea, são os finalistas na disputa pelo prêmio de melhor jogador da temporada 2020-21 da entidade responsável pelo futebol europeu.

Os três meio-campistas disputaram a Euro 2020: De Bruyne pela Bélgica, Kante com a França e Jorginho com a vencedora Itália. A lista de finalistas é a primeira em 11 anos de existência do prêmio a incluir apenas jogadores de meio-campo.

Não foi revelado o número de votos recebidos pelos três. Lionel Messi, do Barcelona, seis vezes vencedor da Bola de Ouro que se mudou do Barcelona para o Paris Saint-Germain, ficou em quarto lugar na lista.

O atacante polonês Robert Lewandowski, do Bayern de Munique, que ganhou o prêmio no ano passado, ficou em quinto lugar, com Gianluigi Donnarumma e Kylian Mbappé, ambos do PSG, em sexto e sétimo.

O melhor jogador inglês foi Raheem Sterling, do Manchester City, em oitavo lugar. Cristiano Ronaldo, atacante de Portugal e da Juventus, ficou em nono, e Erling Haaland, centroavante da Noruega e do Borussia Dortmund, foi o décimo.

Os votos foram dados por treinadores das 24 seleções que participaram da Euro 2020, bem como por 80 treinadores de clubes que atuaram na fase de grupos das competições da Uefa e jornalistas de cada uma das 55 federações.

O vencedor será anunciado em 26 de agosto, juntamente com a jogadora do ano e os vencedores dos prêmios por posição da Liga dos Campeões.

A lista de finalistas ao prêmio feminino é composta por três meio-campistas do Barcelona: Jennifer Hermoso, Lieke Martens e Alexia Putellas.

A lista de finalistas ao prêmio de técnico do ano de time masculino tem como finalistas Pep Guardiola, do Manchester City; Thomas Tuchel, do campeão europeu Chelsea, e Roberto Mancini, da Itália. A disputa pelo prêmio de técnico de equipe feminina do ano tem dois homens: Lluis Cortes, do Barcelona, e Peter Gerhardsson, da Suécia, contra Emma Hayes, do Chelsea.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no twitter
Twitter

veja também

Comentários estão fechados.