No último domingo, a Fórmula 1, desembarcou no extremo oriente, para a realização do Grande Prêmio da China de F1, em Xangai, nos treinos a Mercedes destacou-se na sexta-feira, porém no sábado a Ferrari se sobressaiu e obteve a pole position com Vettel, líder do campeonato e a dobradinha da primeira fila com Raikkonem, também ferrarista.

Na corrida, a Ferrari iniciou com um bom ritmo, no entanto, a Mercedes apostou numa estratégia diferente e começou a  dificultar a vida dos pilotos do time italiano, especialmente Valteri Bottas, que passou a liderar a prova após ultrapassar Vettel e Raikkonem, no entanto, um acidente envolvendo dois carros da Toso Roso, mudou a história da corrida, que se desenhava favorável ao time alemão e ao piloto finlandês.

Com o carro de segurança na pista, a RBR aproveitou e trocou os pneus de seus dois carros, do australiano Ricciardo e do holandês Verstappen, que na relargada demonstraram um ritmo forte e foram deixando os carros da Mercedes e Ferrari para trás, em especial Ricciardo, já seu companheiro acabou se envolvendo num toque com Vettel, os dois seguiram na prova, mas o piloto alemão acabou tendo um prejuízo ao perder algumas posições.

O australiano seguiu até ultrapassar Bottas e liderar a corrida até a bandeirada, com Bottas na segunda colocação e Raikkonem em terceiro, Verstappen tomou dez segundo de punição pelo incidente gerado, ficando de fora do pódio, o campeonato,m apesar da liderança de Vettel, que venceu duas corridas, segue equilibrado.

(imagem Aston Martin)