Curso online aborda o cuidado ao idoso em tempos de pandemia

O curso é gratuito, online e autoinstrucional (sem tutoria).

Como é sabido, há quase duas décadas, o envelhecimento da população vem crescendo exponencialmente e pode ser considerado um fenômeno mundial. Com a chegada da Covid-19, há um ano, a preocupação com essas pessoas mais uma vez ficou em evidência por ter se mostrado uma doença de maior letalidade entre os idosos. Abordando as especificidades do novo coronavírus e sua relação com as vulnerabilidades desse grupo de risco, o Campus Virtual Fiocruz (CFS) lançou o novo curso Cuidado de Saúde e Segurança nas Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) no contexto da Covid-19As inscrições estão abertas e podem ser feitas por cuidadores, familiares e profissionais que atuam com a saúde da pessoa idosa e segurança do paciente.

A formação, oferecida pelo CVF, é composta de seis aulas, com um total de 12h de carga horária. O curso é gratuito, online e autoinstrucional (sem tutoria). Entre os temas abordados nas aulas estão: medidas de prevenção e controle da disseminação de doenças; cuidados em áreas comuns; fragilidade e violência; vacinação para proteção da Covid-19 nas ILPIs; contatos sociais em tempos de isolamento; estratégias de comunicação para garantir o contato da pessoa idosa com a sua família ou comunidade; recomendações para a comunicação de notícias difíceis; entre outros.

Segundo a coordenadora acadêmica do curso, Sabrina Duarte – que é professora da UFRJ  e assessora tecnico-científica do Centro Colaborador para a Qualidade do Cuidado e a Segurança do Paciente (Proqualis) -, levando em conta o contexto atual, essa nova formação é de grande relevância, pois coloca em discussão uma população vulnerável e muitas vezes desvalorizada pela sociedade. “Precisamos falar sobre a pessoa idosa, sobre os processos de institucionalização e também sobre a atuação dos profissionais de saúde e dos envolvidos nas ILPI, considerando as especificidades, necessidades e singularidades desse cenário”, argumentou ela. 

A coordenação acadêmica do curso é partilhada ainda com os pesquisadores da Fiocruz Victor Grabois (Ensp/Fiocruz) e Ana Luiza Pavão (Icict/Fiocruz), que são, respectivamente, coordenador executivo e coordenadora adjunta do Centro Colaborador para a Qualidade do Cuidado e a Segurança do Paciente, ligado ao Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Proqualis/Icict/Fiocruz).

Com a idade, o organismo torna-se naturalmente mais susceptível, além de aumentar a probabilidade de comorbidades entre as pessoas das faixas etárias mais elevadas. Segundo o Estatuto do Idoso, essa expansão é cada vez mais relevante, e os efeitos do aumento dessa população podem ser percebidos nas demandas sociais, com destaque para as áreas da saúde e previdência. Com o curso, a ideia é que os participantes conheçam as bases conceituais sobre a saúde da pessoa idosa no contexto da pandemia de Covid-19, possibilitando uma reflexão crítica sobre a qualidade do cuidado prestado e a segurança do paciente.

A coordenadora do Campus Virtual Fiocruz, Ana Furniel, relembrou que toda pessoal com 60 anos ou mais é considerada idosa e seus direitos são assegurados na Política Nacional do Idoso, no Estatuto do Idoso e na Política Nacional de Saúde da Pessoa Idosa. Para ela, o curso insere-se nesse contexto, pois reforça a importância da temática de cuidado ao idoso, especialmente neste momento de pandemia, abordando questões de extrema relevância para esse grupo prioritário, como, por exemplo, a vacinação. Ela salientou ainda a importância da parceria com Proqualis/Icict/Fiocruz no desenvolvimento desse trabalho em equipe.

Fonte: Fiocruz

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

veja também